Paz no trânsito: SMTT reativa ações do Comsepat

0

Georlize: necessidade de mobilização (Fotos: Cássia Santana/Portal Infonet)

Reduzir em 50% o índice de acidentes no trânsito, em atendimento à plataforma da Organização das Nações Unidas (ONU). Com este objetivo, a Secretaria Municipal de Defesa Social reuniu os órgãos que integram o Comitê Municipal de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito (Comsepat), criado em maio de 2011 com o objetivo de encontrar soluções para reduzir os gargalos do trânsito de Aracaju.

A ideia, conforme explica a secretária municipal Georlize Teles, da Defesa Social, é mobilizar a sociedade civil e os órgãos públicos para desenvolver ações que possam desenvolver a cultura de paz no trânsito e reduzir o índice de acidentes em Aracaju. “Só vamos conseguir muda esta realidade se conseguirmos mobilizar a sociedade”, considerou Georlize Teles. “A Defesa Social e a SMTT não querem ter um modelo próprio. Entendemos que, juntos, conseguiremos contruir um modelo muito melhor para tornar uma sociedade menos violenta”, alertou.

O capitão Fábio Machado, superintendente da Companhia de Trânsito (CPTran) revelou que as ações já começam com os festejos juninos, período em que o órgão pretende intensificar as ações para coibir a direção sob influência de bebidas alcoólicas. O número de prisões por dirigir sob efeito de álcool está crescente, segundo o capitão Machado. No ano passado foram registradas 129 prisões e nestes primeiros cinco meses de 2013 o número de prisões já ultrapassa a casa dos 140.

Capitão Machado: aumento de prisões por embriaguez ao volante

Por outro lado, há registro de redução na incidência no número de acidentes de trânsito, segundo informações do capitão Machado. No carnaval deste ano, reduziu-se em 50% se comparado com o mesmo período do ano passado e, nos festejos juninos de 2012 houve redução de 13%, se comparado com 2011. Para este ano, as equipes estão trabalhando para atingir uma redução em torno de 50%.

Dados da SMTT revelam que, em Aracaju, entre os meses de janeiro e maio deste ano já foram contabilizados 2.232 acidentes, com 40 mortes: 14 por atropelamentos, 23 em colisões e outras três por queda de motocicletas.

Apelo

O vereador Valdir Santos (PT do B) participou da reunião e fez um apelo para que a prefeitura de Aracaju faça parceria com a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) no sentido de retirar das calçadas os hidrômetros [medidores do consumo de água potável] para fixá-los nas paredes dos imóveis. Medida, na ótica do parlamentar, que evitará acidentes envolvendo pedestres idosos e deficientes visuais.

Vereador Valdir Santos: rodízio para melhor o trânsito

Ele voltou a criticar a legalização de mototaxistas e revelou que, ao votar contrário ao projeto debatido na Câmara Municipal de Vereadores, havia contrariado a própria mãe, que teria feito um apelo ao filho para ser favorável ao projeto, com o argumento de que “os bicinhos precisam trabalhar”. Para Valdir Santos, o uso de motocicletas para transporte de passageiros só aumentará a violência no trânsito.

O vereador também defendeu o rodízio de veículos em Aracaju, como alternativa para evitar o caos no trânsito, pedindo para a SMTT cobrar a padronização dos passeios públicos e realização de campanhas educativas e de conscientização junto à população em respeito à faixa de pedestre e também para criar a cultura de que calçada não é propriedade privada.

Por Cássia Santana

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais