PC enviou ao Poder Judiciário no mês de janeiro 778 inquéritos policiais

0

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), através da Polícia Civil, encaminhou ao Poder Judiciário no mês de janeiro deste ano 778 inquéritos policiais com ou sem autoria. Os números foram revelados nesta semana pela superintendência através da Coordenadoria de Estatística e Análise Criminal (Ceacrim).

A produção cartorária das unidades policiais de Sergipe vem sendo divulgada mês a mês com o intuito de melhorar os serviços prestados pela Polícia Civil. Além dos inquéritos policiais, são divulgados também o número de boletins de ocorrência, autos de investigação de ato infracional e os termos de ocorrências circunstanciadas registrados, entre outras informações relativas ao trabalho cartorário.

De acordo com o superintendente da Polícia Civil, delegado João Batista Santos Júnior, os números servem para diagnosticar os problemas e construir um planejamento mais eficiente. “Foi fechado um ciclo de acompanhamento cartorário. Os números servirão para aperfeiçoar e melhorar os setores deficitários da Polícia Civil, bem como manter o ritmo das unidades que estão tendo um bom desempenho”, destacou Batista.

No mês de janeiro deste ano a delegacia regional da cidade de Itabaiana foi o grande destaque, figurando pela primeira vez na primeira colocação no número de procedimentos enviados para a Justiça entre as unidades do interior. Foram encaminhados 63 inquéritos policiais. A unidade policial do município de Laranjeiras remeteu 34 inquéritos, enquanto a delegacia de Lagarto enviou 28 procedimentos. “Houve uma reunião, onde decidimos uma meta mensal. Vamos procurar remeter pelo menos 40 procedimentos por mês”, salientou o delegado regional Marcelo Hercos.

De acordo com o delegado Osvaldo Rezende, que fazia parte da delegacia de Itabaiana até o mês de janeiro, o bom trabalho passa pela determinação da superintendência. “É meta da superintendência uma intensificação dos trabalhos investigativos e cartorários, em especial na cidade de Itabaiana, o que resultou num aumento de número de inquéritos encaminhados ao fórum com autoria definida. Todos os setores da Delegacia Regional têm buscado sempre aumentar este número”, destacou Resende.

Já na Grande Aracaju, a 5ª Delegacia Metropolitana destacou-se entre as outras unidades com o envio de 28 inquéritos policiais ao Poder Judiciário. A 2ª DM vem logo atrás com 26 procedimentos encaminhados. Já a 12ª Delegacia Metropolitana remeteu 20 inquéritos. Entre as unidades especializadas, destacam-se a Delegacia da Mulher de Aracaju, com 29 procedimentos enviados, seguida do Departamento de Narcóticos (Denarc) com 18 procedimentos encaminhados e a Delegacia Especial de Delitos de Trânsito com 17 inquéritos remetidos.

A delegada da mulher de Aracaju, Renata Aboim, destacou o empenho dos servidores. “Eu e a delegada Érica Farias contamos com o empenho de todos que trabalham aqui na Delegacia da Mulher, principalmente dos nossos escrivães, que sempre emitem os inquéritos no prazo. Este é um dever que cumprimos, pois tratamos de casos de violência doméstica, logo necessita de agilidade, já que na maioria das vezes a vítima mora com seu próprio agressor ou se vêem frequentemente. Temos em torno de 30 a 35 inquéritos mensais, nossa meta é a cada mês poder superar este número, afinal a vítima precisa de um retorno imediato”, disse Aboim.

Com Informações SSP

Comentários