Pelotão de Caatinga ajudará busca por Léo

0

Tenente Oliveira à frente do Pelotão (Foto: PM/SE)
Acusado de latrocínios, estupros, roubos e homicídio, o jovem Ysiriels Santos, 20 anos, conhecido como Léo, já é um dos nomes mais temidos no agreste de Sergipe, principalmente em São Domingos. Foragido da justiça, Léo dribla a polícia da região que deverá contar com o reforço do Pelotão de Caatinga nos trabalhos de captura.

Apesar de continuar solto, as ações do criminoso têm sido enfraquecidas pela parceria entre as polícias Militar e Civil em São Domingos, como informa o delegado da cidade, Adelmo Pelágio. “Prendemos dois menores e um cidadão que davam apoio logístico a ele, além do indiciamento de outro parceiro do Léo. Esperamos, em breve, chegar a ele”, conta.

População amedrontada

A população do município está amedrontada com Ysiriels a solta na zona rural. Para o delegado, o criminoso pode estar em cidades vizinhas. Ele tem a característica de agir e se esconder em lugares rústicos e de mata fechada, assim como Pipita, o menor que aterrorizou o centro-sul sergipano no ano passado.

Procurado pela equipe do Portal Infonet, o tenente Oliveira, do Pelotão de Caatinga, não tinha conhecimento deste caso, mas disse que iria com seus homens à região dispostos a pegar o foragido, caso o delegado formalizasse o pedido. “Claro que vou aceitar. Toda ajuda é bem vinda e hoje mesmo vou enviar o pedido”, disse Pelágio.

O último crime de Léo, que a polícia tem conhecimento, foi uma tentativa de homicídio no início de fevereiro. A vítima foi um ex-parceiro dele e o motivo teria sido acerto de contas.

Histórico

Acusado de vários crimes em Sergipe, Ysiriels Santos ficou preso na delegacia de São Domingos e conseguiu fugir. A polícia baiana em Jeremoabo o recapturou e posteriormente encaminhou o bandido ao Complexo Penitenciário Carvalho Neto, em São Cristóvão. Ele conseguiu fugir pela segunda vez quando ia sendo levado ao fórum da cidade de Campo do Brito para prestar depoimentos à Justiça.

Por Glauco Vinícius e Aldaci de Souza

  

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais