Perseguição ao hospital de Aquidabã

0

Em seu pronunciamento ontem, 17, na AL, o deputado Francisco Gualberto reclamou da perseguição que o governo do Estado impõe ao hospital de Aquidabã, que, no momento, deu férias coletivas aos seus servidores porque o Estado não tem repassado o numerário que lhe é devido.

Antigamente, o governo federal repassava as verbas diretamente aos nosocômios e às clínicas. Agora, isso é feito através da Secretaria de Saúde do Estado. O hospital de Aquidabã nunca pagou o ISS, mas o governo do Estado exigiu esse pagamento.

O hospital pagou o imposto municipal, conseguiu tirar todas as certidões negativas exigidas, mas a Secretaria de Saúde, pelo menos até ontem, não tinha feito os repasses a que o hospital tem direito. O deputado Gualberto lamentou que o Estado esteja penalizando o povo de Aquidabã, que agora está sem hospital.

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais