Pesquisa aponta poluição em lagos de Aracaju

0
Alunos pedem providências (Foto: Portal Infonet)

Após dois meses de pesquisa, alunos dos colégios Rolemberg Leite e Albano Franco concluíram que as águas dos Lagos da Atalaia, do Parque da Sementeira e de canais estão poluídas. Na manhã desta quinta-feira, 17, os alunos realizaram um abraço simbólico no lago da Atalaia como forma de protesto.

Segundo a pesquisa, na lagoa do Parque da Sementeira foram encontradas, mais de 50 mil bactérias coli fecal, a cada 100 ml da amostra de água. Já na região dos Lagos o índice é ainda maior chegando a mais de 200 mil bactérias. O professor Fernando Leite, que está à frente da pesquisa, relata que a maior preocupação é com a contaminação dos lagos.

Segundo ele, existe uma grande possibilidade de que a água poluída seja dos restaurantes da região. "Os Lagos devem receber água da chuva e não de esgotos. Nós começamos a pesquisa depois de denúncias de mortandade de peixes no Parque da Sementeira e de contaminação nos lagos da Orla, por causa do lançamento de esgoto nos canais de Aracaju. Por isso, coletamos a água e encontramos índices altos de coliformes fecais", diz.

Vitória "Participei do projeto e fiquei triste em saber que nossas águas estão poluídas"

Pesquisa

O relatório foi encaminhando para a Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) e Secretaria do Meio Ambiente de Aracaju (Sema), pela coordenação da pesquisa, para que seja identificada a fonte poluidora dos Lagos. "Os órgãos responsáveis têm que tomar providências. Os canais estão também muito poluídos, são mais de um milhão de bactérias”, conta.

Com os lagos poluídos, as atividades de lazer, como a utilização de pedalinhos torna-se perigosa. Para a aluna Vitória Santos Alves, a situação é preocupante. "Participei do projeto e fiquei triste em saber que nossas águas estão poluídas" lamenta.

O Portal Infonet entrou em contato com a Sema, que enviará um posicionamento. Já a assessoria da Deso não foi encontrada para falar sobre o assunto. O Portal Infonet à disposição através do jornalismo@infonet.com.br ou 2106-8000.

Por Eliene Andrade

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais