Petrobras comemora 53 anos de existência

0

Hoje é comemorada a criação da Petrobras no Brasil, através do artigo 15 da Lei 2.00, de 3 de outubro de 1953. Em Sergipe, o petróleo jorrou pela primeira vez em 1959, no município de Pacatuba.

Até que a Petrobras fosse criada, o conhecimento sobre a indústria do petróleo era praticamente zero. A Standardoil, Esso e a Texaco monopolizavam a distribuição de combustível no país, que era totalmente dependente de suas políticas de preço. Até então, não havia uma empresa que concordasse em igualdades de condições com esses gigantes.

Dois anos após o surgimento da Petrobras, técnicos da empresa trabalhavam ativamente em pesquisas geológicas e geofísicas para a localização de jazidas petrolíferas no Amazonas, no Maranhão, Bahia, São Paulo e Paraná.

Sergipe

Em janeiro de 1961, foi criada uma frente de trabalho no Mosqueiro, chefiada pelo economista sergipano Eduardo Sobral. Foi um investimento gigantesco, com mais de 500 homens e máquinas trabalhando em busca de petróleo sergipano.

Em 1961, a equipe de Eduardo, descobria o campo de Riachuelo, com óleo jorrando na Fazenda Porto dos Barcos, de Tarso Garcez. A grande produção de óleo em Sergipe fez o comércio dar um salto em seu faturamento, com as compras da Petrobras e de seus funcionários.

Em 1965 já eram 80 poços perfurados no Estado, por sondas romenas, do tipo T-50 e Cardwell J-450. No mesmo ano, são contratadas as Empresas Servipetrol e Branthy Drilling Co IMC, para perfurar 240 poços em Sergipe. Em setembro de 1965 chega a primeira plataforma hidráulica, destinada a observação de ondas e correntes marítimas.

O primeiro embarque de óleo via marítima ocorreu em 12 de fevereiro daquele ano, transportando seis mil barris no navio NT Rio de Janeiro. O comércio vibrava. Em dois anos de atividade em Sergipe, a Petrobras investiu um bilhão de cruzeiros em compras, no comércio local.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais