Petroleiros aceitam proposta

0

Os petroleiros com data-base em setembro deverão aceitar a nova contra-proposta apresentada pela Petrobras na última semana. A Federação Única dos Petroleiros – FUP – disse que a proposta apresentou avanços em outras reivindicações da categoria, embora não tenha alterado o índice de reajuste salarial.

 

A proposta de reajuste da Petrobras é de 12,1% – para os funcionários da ativa -, 7,81% referente ao Índice do Custo de Vida do Dieese e mais a elevação de um nível nos cargos. Os aposentados, por sua vez, receberão apenas os 7,81% como previa a proposta anterior, mas a empresa ofereceu novos benefícios, que fizeram a FUP recomendar o acordo.

 

A Petrobras oferece um bônus de três salários aos inativos que não tinham optado por um novo plano da Petros. Há três anos, esse novo plano garantia uma bonificação de 2,7 salários após aposentados que migrassem para o sistema pelo qual os reajustes seriam desvinculados dos ganhos salariais dos trabalhadores da ativa.

 

Na nova proposta, a Petrobras oferece o bônus como uma compensação até que seja criado um outro plano. Inicialmente os petroleiros pediam um reajuste de 13,2%, tanto para os servidores da ativa como os inativos.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais