Plano Nacional para Pessoas com Deficiência

0

(Foto: Ilustrativa/Portal Infonet)

Nesta quinta- feira, 13, às 9h, no auditório da secretaria de Estado de Planejamento (SEPLAG), o Governo de Sergipe, por meio da secretaria de Estado dos Direitos Humanos e da Cidadania (SEDHUC), realizará um importante encontro com os secretários de assistência social de todo o Estado a fim de sensibilizar os municípios sobre a importância e benefícios da  adesão ao Plano Nacional das Pessoas com Deficiência- Viver Sem Limite.  A cerimônia de Adesão dos municípios será marcada de acordo com a agenda do Governador, e deverá acontecer até abril.

No último dia 28, aconteceu uma reunião no Museu da Gente Sergipana, e com o comparecimento de 35 dos 75 municípios, a SEDHUC decidiu, então, convocar os 40 municípios ausentes no primeiro encontro. A adesão significa a possibilidade aos municípios de acesso aos direitos aos programas e recursos distribuídos em quatro eixos(educação, inclusão social, acessibilidade e saúde). O Plano envolve todos os entes federados e importa investimentos no valor de R$7,6 bilhões de reais.

“A reunião servirá para apresentar o Plano com riqueza de detalhes a fim de prestar todos os esclarecimentos aos prefeitos e técnicos que cuidam da área de assistência social dos municípios, para que eles conheçam a grande importância de fazer a adesão a este Plano tão importante para o avanço de políticas voltadas às Pessoas com Deficiência. É importante destacar que a adesão não implica em ônus financeiro, ao contrário, significa a possibilidade de contar com os programas inseridos no Plano. A perspectiva é de que a adesão dos municípios aconteça em meados de fevereiro com a presença da Ministra Maria do Rosário e do Governador Jackson Barreto”, explica o secretário de Estado dos Direitos Humanos, Luiz Eduardo Oliva.

O Governo do Estado de Sergipe, por meio da SEDHUC, aderiu ao Plano Viver Sem Limite em 30 de novembro de 2012, ato que contou com a presença da Ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, e do Governador Jackson Barreto.

Com informações da Assessoria de Imprensa

Comentários