PM armado intimida agentes da SMTT

0
A confusão ocorreu na Praça da Bandeira (Fotos: Portal Infonet)

Durante abordagem a taxistas, agentes da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) constaram que dois condutores que estavam realizando ponto na Praça da Bandeira, localizada no Centro da capital, não possuíam a carteira auxiliar de defensor. O registro é obrigatório para quem trabalha como taxista.

O agente Salvador conta que orientou o condutor, identificado como Claudionor, a se dirigir ao órgão para que a situação fosse regularizada, mas os ânimos ficaram exaltados. “Ele se identificou como policial e disse que ninguém iria levar a habilitação dele, me empurrou e em seguida pegou um revólver dentro do carro”, diz o agente, que estava nervoso com a situação e chegou a pensar no pior.

O coordenador da SMTT, capitão José Luiz Ferreira dos Santos, esteve na ocorrência e conduziu os taxistas para a sede do órgão para regularizar a situação. O coordenador explicou que o policial militar que estava fazendo ‘bico’ como taxista e que a carteira dedefensor estava vencida. Apesar de já ter solicitado o novo documento no órgão, ainda não o havia recebido.

Os agentes ficaram intimidados com a situação

Na última quarta-feira, 15, taxistas realizaram manifestação na porta da Câmara de Vereadores de Aracaju cobrando mais rigor na fiscalização por parte da SMTT para os taxistas clandestinos que atuam na capital sem permissão.

Por Kátia Susanna  

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais