PM atuará com 378 policiais em ação de reintegração

0

(Foto: Arquivo Portal Infonet)

A Polícia Militar do Estado de Sergipe, através do Comando do Policiamento Militar da Capital (CPMC), divulgou, na manhã desta terça-feira, 19, o plano de operações elaborado para a reintegração de posse de cerca de 850 unidades habitacionais do bairro 17 de Março, que acontece na próxima quinta-feira, 21, em Aracaju. Visando a segurança de todos os envolvidos e a garantia da desocupação pacífica da área, a PM apoiará a ação com 378 homens e mulheres, em cumprimento à ordem judicial expedida pela 12ª Vara Cível.

Atualmente, encontram-se ocupados irregularmente 889 unidades habitacionais, sendo 633 casas e 256 apartamentos, localizados no bairro 17 de Março, no município de Aracaju, pertencentes à Prefeitura. A missão da Polícia Militar será apoiar os 13 oficiais de justiça que realizarão diligências no local, a fim de cumprir a decisão judicial de reintegração, preservar a incolumidade física e patrimonial das partes envolvidas, bem como reprimir condutas inconvenientes ao bom andamento da operação.

O plano de operações da PM resultou de uma reunião ocorrida no dia 4 de março, conduzida pelo juiz de direito Rafael Silva Reis, responsável pela ação judicial de reintegração de posse, e o coronel Jackson Nascimento, comandante do CPMC. Na ocasião, foram definidas estratégias de apoio da Polícia Militar para a retirada pacífica e o bem estar dos envolvidos.

Segundo o coronel Jackson Nascimento, participam da ação policiais lotados no Comando do Policiamento Militar da Capital, 1º Batalhão de Polícia Comunitária, Batalhão de Polícia de Choque, Companhia de Polícia de Radiopatrulha, Grupamento Especial Tático de Motos, Companhia de Policiamento de Trânsito, Esquadrão de Polícia Montada e Grupo de Gestão de Crises e Conflitos. O CPMC também contará com uma guarnição do Hospital da Polícia Militar (HPM), o emprego de 63 viaturas por terra, com o auxílio do helicóptero do Grupamento Tático Aéreo (GTA), da Secretaria de Estado da Segurança Pública.

Além do efetivo ostensivo e de saúde da PM, a ação terá a participação das secretarias de Ação Social e Defesa Social e Cidadania do município, esta última através da Guarda Municipal e da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT); do Conselho Tutelar; de órgãos de proteção ao idoso e aos deficientes físicos; da Energisa e da Deso.

As ações da Polícia Militar têm início às 5h da quinta-feira, 21. Vale ressaltar que, após a reintegração, ficou definido em reunião que, automaticamente, os proprietários dos imóveis receberão as casas; os invasores retornarão aos seus locais de origem e as pessoas que não tenham para onde ir serão levadas a um galpão estabelecido pela Prefeitura de Aracaju.

Fonte: Ascom PM/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais