PM que matou colega na Orla é solto

0

O militar Alisson morreu por uma discussão banal
O militar que matou o colega de farda após uma discussão banal na Orla de Atalaia em agosto deste ano já esta em liberdade. De acordo com a assessoria da Polícia Militar de Sergipe, o policial Bruno Campos Fernandes foi colocado em liberdade por força de um habeas corpus.

De acordo com a assessoria o fato do PM ser colocado em liberdade não impede o andamento do processo. A assessoria não soube informar se com a soltura do acusado, o militar voltará a exercer as suas funções.

A notícia da liberdade do acusado deixou os familiares da vítima, Alisson Farias de Souza, de 24 anos, revoltados. O caso está sendo acompanhado pelo promotor da Justiça Militar Jarbas Adelino.

Crime

O crime foi registrado no dia 28 de agosto deste ano. Segundo a polícia a confusão começou quando um policial militar que trabalhava na Radiopatrulha, identificado como Bruno Campos Fernandes, que estava na companhia de outro militar, Adriano Batista Macedo, começou a discutir com um colega de farda, Alisson Farias de Souza, por conta de um isopor que estaria impedindo a passagem do carro.

A partir desse momento a versão contada por Bruno é de que Alisson teria sacado um revólver e efetuado disparos. Para se defender o policial da Radiopatrulha teria revidado os tiros. O policial Alisson Farias de Souza, de 24 anos, que trabalhava na 4ª Companhia de Canindé do São Francisco faleceu no local.  

Por Kátia Susanna

Comentários