PMA amplia reabertura das atividades e autoriza retorno às aulas

0
A decisão foi tomada em reunião do Comitê de Operações Emergenciais (Foto: Ana Lícia Menezes)

A Prefeitura de Aracaju ampliará a reabertura gradual das atividades econômicas e flexibilizará as medidas restritivas de utilização dos espaços públicos, assim como autorizará a retomada segura de eventos sociais na cidade. A decisão foi tomada em reunião do Comitê de Operações Emergenciais (COE), nesta quinta-feira, 1º, após nova apresentação dos dados epidemiológicos da pandemia no município, que apontam redução de 75% na ocupação dos leitos de enfermaria e 71% no número de óbitos. As novas medidas se adequam à resolução estadual e passam a valer a partir desta quinta-feira, 1º, conforme o decreto municipal 6.502/2021, assinado pelo prefeito Edvaldo Nogueira.

Além disso, na capital também está autorizado o retorno presencial das aulas na rede particular de ensino, a partir de 21 de julho, assim como em instituições de Ensino Superior, para todos os períodos letivos. Escolas da rede municipal de Educação poderão retornar a partir do dia 17 de agosto. O decreto municipal também manteve o escalonamento das atividades comerciais, com fechamento dos serviços às 22h, de domingo a quarta-feira, e, às 21h, de quinta-feira a sábado. O funcionamento de bares e restaurantes não terá restrição de horário de domingo a quarta, mas se adequa às determinações relacionadas às demais atividades de quinta a sábado. O toque de recolher, de quinta a sábado, das 22h às 5h, será mantido.

“Nossa capital registrou queda de novos casos, de positividade dos exames, de ocupação de leitos de UTI e enfermaria, tanto públicos quanto privados, e redução expressiva do número de óbitos. Esses dados, objetivamente, mostram que há um declínio na contaminação e na pressão sobre o sistema de saúde. Junto a isso, tivemos um avanço expressivo na vacinação, com impacto nesta curva de queda da doença em Aracaju”, destacou Edvaldo.

Neste sentido, o prefeito ressaltou que a apresentação do novo cenário foi fundamental para a adoção de novas medidas. “Tudo isso nos levou a concordar com as medidas de flexibilização, pois são importantes para a retomada da economia, para a retomada segura dos eventos sociais, para a ampliação da ocupação em bares e restaurantes, e para o retorno seguro das aulas presenciais, na rede privada, em julho, e na rede pública municipal, a partir de 17 de agosto”, frisou o gestor.

Medidas

Com a manutenção do escalonamento das atividades comerciais, os estabelecimentos localizados no Centro da cidade funcionam de 9h a 19h. O comércio em geral nos demais bairros, bem como shoppings centers, centros comerciais, galerias e lojas de departamento funcionam de 10h às 22h (domingo a quarta) e de 10h às 21h (de quinta a sábado) com capacidade limitada a 50%. Bares, restaurantes e similares poderão funcionar todos os dias, inclusive aos sábados e domingos, mantendo ocupação máxima de 50%, com fechamento, de quinta a sábado às 22h, e sem restrição de horário de domingo à quarta.

Supermercados, minimercados e estabelecimentos congêneres estão autorizados a abrir às 6h, para o recebimento de mercadorias, e para o atendimento ao público de 8h às 22h, de domingo a quarta, e de 8h às 21h, de quinta a sábado. Agências bancárias iniciam os atendimentos às 9h e encerram às 15h, com exceção para pagamento de benefícios relacionados à covid-19.

A nova atualização também autoriza o funcionamento das atividades não-essenciais aos domingos, assim como o acesso a praias, orlas e parques. Também fica permitida a realização de eventos técnicos, científicos, corporativos, culturais, sociais e comerciais, com capacidade máxima de 200 pessoas em ambientes fechados e de 300 pessoas em locais abertos, a partir do dia 10 de julho. A realização de eventos esportivos também está autorizada, desde que respeitado o cumprimento dos protocolos sanitários, e sem a presença de público. Já eventos de lazer coletivo, como shows, continuam proibidos na capital.

Academias de ginástica e de prática esportiva, além de estabelecimentos congêneres podem funcionar com 50% da capacidade. Atividades de embarque e desembarque nos píeres ou atracadouros da Orla Pôr do Sol estão autorizadas. Igrejas e templos religiosos podem funcionar com 50% de público, desde que atendidas as medidas sanitárias e de distanciamento social.

Dados epidemiológicos

De acordo com os dados apresentados durante a reunião do comitê, o atual cenário epidemiológico do município aponta que houve uma queda de 28% de casos positivos, considerando 14 dias. Com relação a taxa de internamento, no mês de junho, a redução na ocupação dos leitos de enfermaria foi de 75%. Da mesma forma, a capital também apresenta um declínio considerável na média de óbitos com a diminuição de 71%, comparado aos 14 dias anteriores, tendo quatro semanas seguidas de queda.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais