PMA estabelece novas regras para festas de fim de ano

0
(Foto: Ana Lícia Menezes/PMA)

A Prefeitura de Aracaju, a partir do seu Comitê de Operações Emergenciais (COE), estabeleceu, nesta quinta-feira, 2, novas regras relacionadas a eventos de lazer coletivo na cidade durante o período das festas de fim de ano. Passa a valer um limite máximo de 5 mil pessoas em locais abertos e 3 mil pessoas em ambientes fechados. Também ficou decidida a obrigatoriedade da comprovação da vacinação completa (primeira e segunda dose) ou de um teste de covid-19 negativo, realizado em até 48 horas, para acesso aos eventos. As medidas municipais estão em acordo com o decreto estadual.

O prefeito Edvaldo Nogueira, que antes da reunião do COE, participou, também nesta tarde, da reunião do Comitê Estadual Técnico-Científico, que trata do enfrentamento à covid-19, afirmou que os dados epidemiológicos do município demonstram a estabilidade da doença na capital sergipana. Ainda assim, de acordo com o gestor da capital, as medidas serão adotadas como forma de precaução, em virtude da grande movimentação de fim de ano e do surgimento da nova cepa Ômicron.

“Os dados apresentados demonstram que a doença está controlada em Aracaju. Temos avançado cada vez mais na vacinação dos aracajuanos, iniciamos uma busca ativa, com a ‘Vacinação Itinerante’ nos bairros, além da imunização dos adolescentes acima de 12 anos nas escolas municipais, e tudo isso contribui para que nossa cidade mantenha essa estabilidade, com registros baixíssimos de casos confirmados e de internações por covid-19. Mesmo com os dados positivos, estabeleceremos novas regras para o acesso aos eventos em nossa cidade, como forma de precaução, por causa das festas de fim de ano e da nova cepa”, destacou o prefeito.

O decreto

De acordo com o decreto municipal nº 6.111/2021, entre 17 de dezembro deste ano e 9 de janeiro de 2022, a realização de eventos sociais, corporativos, técnicos, culturais, empresariais e de lazer coletivo, a exemplo de shows, casamentos, formaturas e similares, deverão obedecer um limite de público: 5 mil pessoas em locais abertos e 3 mil pessoas em locais fechados. O projeto de realização do evento deve ser submetido à Secretaria Estadual da Saúde. Além disso, o acesso do público só deve ser permitido a quem já está completamente vacinado ou que tenha um teste negativo (antígeno ou RT-PCR) realizado em até 48 horas.

“Medida de cautela”

Durante a reunião, o prefeito reiterou a decisão de não realizar o Réveillon na Orla da Atalaia. “Como eu vinha afirmando há um certo tempo, nós estávamos analisando o comportamento da doença na cidade e a vacinação. A gente continua com índices muito baixos de contaminação e uma campanha de imunização bastante exitosa, com 80% do público vacinável com as duas doses, mas, como medida de cautela, diante do surgimento de uma nova cepa do coronavírus no mundo, a Ômicron, optamos por não realizar um evento que já reuniu mais de 100 mil pessoas”, reiterou.

Dados epidemiológicos

Segundo os dados epidemiológicos apresentados na reunião do COE, a capital sergipana continua com estabilidade na positividade de casos, estando há 14 semanas com a menor média diária, desde o início da pandemia. Atualmente, Aracaju possui oito pessoas internadas e 11 em isolamento. Com relação aos óbitos, o município também apresentou queda significativa, tendo registrado três no mês de novembro e nenhum em dezembro.

Vacinação

Até a quarta-feira, 1º, foram vacinadas em Aracaju 517.163 pessoas com a 1ª dose da vacina contra a covid-19, o que representa 92% dos que têm acima dos 12 anos. Com as duas doses (ou dose única), já estão imunizados 451.303 moradores da capital, que equivalem a 80,2% das pessoas acima de 12 anos. A dose de reforço já foi aplicada em 69.822 pessoas, 14% da população de adultos da cidade. Em Aracaju, desde terça-feira, a dose de reforço está sendo aplicada quatro meses após a segunda dose na população em geral.

Fonte: AAN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais