PMA lança portal e aplicativo para acesso aos serviços de Saúde

0
Durante a apresentação, Edvaldo ressaltou que, as plataformas permitirão à capital “dar um salto na saúde” (Foto: Ana Lícia Menezes)

Tornar a rede de Saúde de Aracaju ainda mais eficiente com a utilização da tecnologia. Este foi o objetivo da Prefeitura ao criar o Portal da Saúde e o aplicativo “Mais Saúde Cidadão”. As plataformas, apresentadas na manhã desta quarta-feira, 12, pelo prefeito Edvaldo Nogueira, em coletiva de imprensa, funcionam integradas, através de dispositivos móveis, colocando à disposição do aracajuano diversos serviços ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na capital.  De maneira fácil e rápida, o cidadão poderá realizar agendamentos de consultas, exames, acompanhar listas de espera, controle de medicamentos, entre outras opções, via online, sem precisar se deslocar a uma Unidade Básica de Saúde.

Com o lançamento do portal e do aplicativo, a gestão municipal consolida o projeto de modernização da Saúde de Aracaju. “Consolidamos um projeto de inovação que começou com o prontuário eletrônico, hoje instalado nas 45 UBS da capital e nas unidades de pronto-atendimento, que seguiu com a reforma das unidades básicas e tudo aquilo que desenvolvemos na luta contra a covid-19, como a criação do ‘MonitorAju’. É mais um passo na construção da cidade inteligente. Além disso, neste momento de pandemia, ganha uma importância ainda maior porque são plataformas que nos ajudam a diminuir filas, a evitar aglomerações e que facilitam a vida do cidadão, que não vai mais precisar chegar de madrugada em um posto de saúde e nem esperar em uma fila por três horas. Tudo estará na palma da mão do cidadão”, destacou o prefeito.

Durante a apresentação, Edvaldo ressaltou que, as plataformas permitirão à capital “dar um salto na saúde”. “O maior ganho é poder dar ao cidadão um instrumento que facilitará o acesso à rede de saúde. Não há nada pior para um pai, uma mãe, do que ter que sair de casa de madrugada e enfrentar uma fila para conseguir uma simples consulta com um médico. Isso vai acabar porque com o portal e com o aplicativo, as pessoas não precisarão mais passar por esse tipo de situação. Basta acessar o sistema, pelo celular, agendar a consulta e, no dia marcado, ir à unidade, no horário da consulta. Estamos dando tranquilidade e conforto ao cidadão. Além disso, do ponto de vista institucional, poderemos ofertar um serviço ainda mais eficiente à população, porque o cidadão vai poder avaliar o atendimento e, com isso, conheceremos a fundo a situação de cada unidade. Vamos capacitar os profissionais que tiverem uma condição de avaliação negativa e isso vai ser muito importante”, afirmou.

O prefeito enfatizou ainda que as plataformas serão integradas ao prontuário eletrônico, o que tornará a rede municipal ainda mais eficiente. “Tudo estará conectado e a população terá acesso a tudo, inclusive as listas de espera, o que dará mais segurança ao aracajuano e ainda mais transparência ao nosso trabalho. Além disso, com as informações que o sistema for nos fornecendo será possível ter um diagnóstico real da situação da saúde na nossa cidade, o que vai facilitar, por exemplo, a regulação dos medicamentos e, assim, impedir o desabastecimento. Ou seja, facilita a vida do cidadão e nos permite um planejamento maior da administração para que o serviço se torne mais efetivo e de mais qualidade. Um sonho que acalentamos quando chegamos à administração, em 2017, e que hoje realizamos”, enalteceu.

Acesso

Para ter acesso ao portal e ao aplicativo “Mais Saúde Cidadão”, o usuário deve realizar um cadastro ou atualização de dados, através do portal da Prefeitura, onde há, na área central, um banner que direciona para o Portal da Saúde. Após o procedimento, as informações serão analisadas pela Secretaria da Saúde para que o acesso seja liberado. De posse da senha, o cidadão poderá acessar as funções do portal e aplicativo, tanto pelo computador, quanto pelo celular. O cadastro é individual e, em caso de menores de 18 anos, pais ou responsáveis deverão realizar os cadastros, ficando automaticamente responsáveis pelos agendamentos dos procedimentos dos dependentes.

“O primeiro acesso ao portal deve ser feito através do site da Prefeitura. Na página inicial, ele fará um cadastramento, anexando documentos de identificação com foto e comprovante de residência. Com a apresentação destes documentos e o preenchimento do formulário, as informações vão para a Secretaria da Saúde e serão checadas pelo grupo que a secretaria colocou à disposição. Uma vez validadas, a pessoa receberá uma senha para utilização do portal e aplicativo. O login será sempre o CPF. Com esses dados, o usuário poderá acessar tanto pelo portal, quanto pelo aplicativo e, através dessas plataformas, agendar consultas, acompanhar procedimentos marcados, sua posição nas filas e vários outros serviços que estarão à disposição”, explicou a secretária da Saúde, Waneska Barboza.

Fonte: PMA

Comentários