PM”s vão à Câmara de Vereadores pedir apoio

0

O Pm Vieira, na tribuna da Câmara de vereadores
O gestor da caixa beneficente da Associação de Servidores Militares de Sergipe (ABSM-SE), sargento Vieira, esteve na manhã de hoje, 7, na Câmara de Vereadores pala falar sobre a situação da instituição e pedir apoio. O espaço da Tribuna Livre foi cedido ao sargento à convite do vereador Fábio Henrique. Entre os pontos de destaque do oficial está a falta de valorização humana dentro da Polícia.

“O objetivo aqui é chamar a atenção de toda a sociedade. Segurança pública é responsabilidade de todos. É muito fácil dentro do cenário de hoje denegrir a imagem de uma instituição como a Polícia Militar. A pergunta que eu faço é: será que nós não fazemos nada benéfico à sociedade?”, questionou o sargento.

Para ele, deve ser feito um trabalho de mudança de visão da segurança. “A exemplo na Assembléia Legislativa, que não tem uma comissão específica para segurança pública”, relata. Vieira também diz que já tentou conversar com os órgãos públicos antes dos últimos acontecimentos de violência do Estado, mas não foi ouvido. “Nós mandamos um ofício para o MP no dia 23 de março, onde denunciávamos toda a falta de estrutura da polícia, e as conseqüências que isso podia acarretar”.

A falta de equipamentos adequados, e em quantidade insuficiente para o contingente são apontados como uma das causas principais da atual situação que se encontra a polícia. “Nós estamos sem número suficiente de coletes à prova de balas e armas, além de uma desvalorização profissional constante por conta dos baixos salários”, diz Vieira.

O sargento não põe a culpa no governo atual, e defende a Secretaria de Segurança Pública e o comandante da Polícia Militar. “Antes se escondia tudo embaixo dos panos. Tanto o comandante da PM quanto o secretário Kércio Pinto estão querendo fazer um bom trabalho. Nós só precisamos de uma estrutura logística decente para trabalhar. Não devemos buscar culpados e sim soluções”.

O vereador Fábio Henrique afirma que o espaço de discussão aberto hoje na Câmara é fundamental. “É bem verdade que a estrutura da PM é de responsabilidade do Estado. Mas a Polícia é da sociedade sergipana. E como a Câmara de Vereadores é feita por homens eleitos por essa sociedade nós temos o dever de dar voz à eles. Ouvir realmente como está a situação da Polícia, que ao longo de anos foi esquecida”, completou o vereador.

 

Veja um trecho da fala do Sargento Vieira


Enquanto carrega é normal o audio/vídeo aparecer pulando e aos poucos.
Após completar o downloado clique em play para reproduzir corretamente.

 


 

Comentários