Polícia apresenta homem que matou esposa

0

Delegada conta que o acusado será indiciado por homicídio duplamente qualificado (Fotos: Portal Infonet)
A Polícia Civil apresentou na tarde desta terça-feira, 10, o trabalhador rural Wilson Conceição dos Santos, 34, acusado de espancar a esposa, Edvani Francisco dos Santos, 34, até a morte na noite do último domingo, 8, na cidade de Umabaúba. Após o crime o acusado fugiu para Cristinápolis, onde foi capturado pela polícia. No momento da prisão ele carregava uma sacola com roupas e R$ 800 em espécie.

Segundo a delegada de polícia Nayana Gomes, a prisão do acusado foi efetuada após uma denúncia anônima. “Ele já foi ouvido pela polícia e ainda está custodiado em Umbaúba. Amanhã será transferido para o Copecam. Nós vamos enquadrar o crime como homicídio duplamente qualificado por motivo fútil, combinado com a lei Maria da Penha”, explica.

Ainda segundo ela o homicida não tinha passagem pela polícia. “A informação é que ele costumava agredir sua companheira sempre que chegava embriagado em casa. No interrogatório ele disse que estava muito embriagado e não lembra com detalhes o que aconteceu, mas quem prestou socorro à vítima foi o próprio filho do casal, que presenciou toda a agressão”, relata.

Ainda segundo informações da polícia, as agressões tiveram início por volta das 22h do domingo. Já por volta das 5h da manhã, antes de morrer, a mulher, tossindo sangue e passando mal, chamou o filho de 13 anos e pediu um abraço apertado, quando pediu que ele cuidasse das duas irmãs menores de 11 e 9 anos. Em seguida o filho saiu de casa e foi até o posto de saúde próximo chamar o Samu.

Versão do acusado

Wilson se diz arrependido do crime e que amava sua esposa
O assassino confesso Wilson Conceição dos Santos, 34, contou que estava alcoolizado na noite do crime e contou os detalhes do que lembra. “Quando eu entrei em casa eu bati nela, mas eu não lembro com o que. Acho que foi de mão, aí a ambulância chegou e eu ajudei o homem a colocá-la no carro”, revelou.

Por Bruno Antunes

 

 

 

 

 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais