Polícia Civil apresenta plano de segurança para os festejos de São João

0

(Fotos: Portal Infonet)

A superintendência da Polícia Civil garantiu que não haverá operação padrão dos policiais durante os festejos juninos neste ano. “Nós temos homens e mulheres comprometidos e vamos ter as escalas de trabalho completas”. A afirmação é da própria superintendente da Polícia Katarina Feitoza, que disse que 540 policiais entre agentes, escrivães e delegados irão trabalhar em todo o Estado. 

O esquema de planejamento operacional a ser empregado tanto no interior como no Forró Caju, Forró Siri e no Arraiá do Povo, na Orla de Atalaia, foi apresentado na manhã desta sexta-feira, 17, em coletiva à imprensa na sede da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

O plano para os festejos juninos segue a mesma padronização dos anos anteriores. A Polícia Civil garantiu já estar preparada para receber todos os que tiverem qualquer tipo de problema. Durante todo o mês de junho serão empregados 390 policiais no interior do Estado e mais 150 na capital.

A delegada Katarina Feitoza

As festas mais tradicionais como de Areia Branca, Capela, Estância, Lagarto, terá um reforço adicional. Mas em todos os municípios em que haverá festejos, a Polícia estará atuando. São elas: Canindé do São Francisco, Carira, Cristinápolis, Japaratuba, Macambira, Nossa Senhora da Glória, Ribeirópolis, Salgado, Simão Dias, Siriri, Indiaroba, Umbaúba, Itabaiana, Rosário do Catete e Poço Verde.

“Em todas essas cidades teremos o apoio, o reforço da polícia civil para o preenchimento de boletins de ocorrência e lavratura de procedimentos, a gente espera que não tenha esses casos”, torce.

Em Aracaju, a polícia programou tanto para o Forró Caju quanto para o Forró Siri delegacias provisórias para o atendimento na área dos eventos. Serão delegados, agentes e escrivães. “O Gerb atuará tanto no interior quanto na capital dando o apoio necessário à polícia civil. No Arraiá do Povo na orla de Atalaia, a delegacia do Turista terá pessoas habilitadas a atender turistas e o folião sergipano que tiver algum problema”, afirma Katarina.

Os policiais que estão de folga e forem aproveitar o Forró Caju e o Forró Siri terão locais específicos para serem desarmados. “Temos uma portaria da própria secretaria de Segurança Pública em que os policiais que estão de folga ao chegarem na entrada dos festejos deixaram suas armas em locais específicos para desarmamento”, acrescenta.

Os casos mais graves ocorridos nos locais das festas na capital serão encaminhados para a delegacia plantonista na Rua Laranjeiras, no Centro. “Nós sabemos que o São João em Sergipe é pautado pela paz e tranquilidade os festejos são tradicionalmente pacíficos”, finaliza.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais