Aves raras e ameaçadas de extinção são encontradas em cativeiro em SE

0
(Fotos: SSP)

Policiais civis da Delegacia de Umbaúba e agentes do Ibama localizaram um cativeiro clandestino com cerca de 200 pássaros, nessa quarta-feira, 14. Após levantamentos, confirmou-se que um homem, identificado como Paulo César, mantinha as aves de maneira inapropriada, na própria residência e comercializava de passarinhos.

Pássaros eram mantidos em cativeiros inapropriados

Diante do flagrante de crime ambiental e da necessidade de apuração específica quanto às espécies dos animais, o Ibama foi acionado e constatou a presença de aves raras, inclusive ameaçadas de extinção, a exemplo do ‘papagaio verdadeiro’, ‘galo de campina’, espécies de canários e aves silvestres que deveriam estar em seu habitat natural.

De acordo com a Polícia Civil, por conta dos maus tratos alguns deles já estavam mortos. Além dos pássaros, os policiais encontraram na casa diversos equipamentos para transporte dos animais, provavelmente para serem levados às feiras livres onde há comércio ilegal de aves. Segundo o analista do Ibama, “as aves passarão por um processo de readaptação e deverão ser devolvidas à natureza para usufruir da liberdade que nunca deveriam ter perdido”.

Foi lavrado o Termo de Ocorrência Circunstanciado, já que a pena para o crime não é superior a um ano de detenção, e o infrator foi liberado após devida autuação administrativa do Ibama.

Você também pode denunciar crimes dessa natureza através do telefone 181, de forma gratuita e sigilosa.

Com informações da SSP

Comentários