Polícia Civil instaura inquérito para apurar morte de PM

0
Segundo a SSP, o inquérito já foi instaurado e será conduzido pela Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória (Foto: Ascom/PMSE)

A Polícia Civil já deu início as investigações para apurar as circunstâncias da morte do Policial Militar Cristyano Rondynelli Gomes Melo, de 34 anos. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o inquérito já foi instaurado e será conduzido pela Delegacia Regional de Nossa Senhora da Glória.

O PM foi morto neste último sábado, 19, no município de Monte Alegre. O principal suspeito de cometer o crime é um colega de farda da vítima. Ainda segundo a SSP, o suspeito foi encaminhado para a Corregedoria da PM, que fez o flagrante e o encaminhou para o Presídio Militar (Presmil).

Em nota oficial, a Polícia Militar informou que “as condutas dos policiais militares serão rigorosamente apuradas pela Instituição e reafirma seu zelo na proteção da vida, nela incluída seus integrantes”. Ainda segundo a Corporação, “A Instituição Policial Militar Sergipana enfatiza que adotou todas as medidas preliminares com o rigor e a agilidade que a situação requer, inclusive, procedendo com a prisão em flagrante do suspeito da autoria do crime”, destaca.

A PM informou ainda que o soldado Rondynelli ingressou na Corporação em 2015. “Durante cinco anos cumpriu o seu dever como policial militar e defensor da sociedade. Atualmente ele estava lotado no 7º Batalhão. O combatente era natural de Santana do Ipanema (AL) e deixa esposa e dois filhos”, disse em nota.

por João Paulo Schneider 

Comentários