Polícia Civil prende acusado de matar vigilante em Aracaju

0

O acusado está preso no DHPP Foto:Reinaldo Gasparoni /SSP
A Polícia Civil apresentou na manhã desta quarta-feira, dia 10, o acusado de ter assassinado o vigilante David Paulo Silva Santos, de 23 anos, durante uma festa na capital sergipana no dia 18 de outubro do ano passado.  

Eduardo Tavares Gonçalves Júnior, de 25 anos, foi o terceiro preso envolvido no crime e o responsável por fazer os três disparos que mataram a vítima pelas costas.De acordo com o diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), delegado Everton Santos, David estava assistindo a um show musical ao lado do Terminal Maracaju, junto com amigos do bairro Cidade Nova, onde residia.

“Houve uma briga deles com vizinhos de Eduardo, que sacou uma arma de fogo e disparou. Três disparos atingiram pelas costas a vítima, que morreu na hora”, conta o delegado.

Segundo o delegado a Polícia Civil começou de imediato a investigação, conseguindo identificar os jovens que participaram da confusão. Nesse período foram presos Edgar Vasconcelos Souza, de 21 anos, Erivaldo Alves de Almeida, de 28 anos, e Wedimo de Jesus Silva, de 24 anos, que já tinha uma condenação por homicídio. Todos admitiram ter participação, mas disseram que Eduardo atirou

O vigilante foi assassinado no ano passado
em David.

“Com o depoimento dos envolvidos e a confirmação de pessoas que testemunharam o fato, concluímos que o autor era o Eduardo. Com essa certeza, pedimos sua prisão à justiça e cumprimos o mandado na manhã da quarta [dia 9]. Agora só falta prendermos o último comparsa de Eduardo, cujo nome está em sigilo. Foi esse quinto rapaz que teria escondido a arma do crime”, acrescentou o delegado.

Durante a apresentação do acusado, o pai de David se emocionou. Isaías José dos Santos, de 44 anos, que é vigilante agradeceu o empenho dos investigadores do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa. “Fico aliviado, em saber que a polícia está fazendo o seu papel, e tranquilo por poder ver a punição dos infratores que tiraram a vida do meu filho”, desabafou Isaías.

Com Informações da SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais