Polícia Civil prende traficante no Castelo Branco

0

A equipe de captura da Delegacia de Combate a Tóxicos e Entorpecentes (Decte) prendeu por volta das 5h da manhã desta terça-feira, 16, no conjunto Castelo Branco, zona sul de Aracaju, o traficante Robson Alves Santos, 38 anos, conhecido como “Bico”. Robson tinha um mandado de prisão em aberto na 4ª Vara Criminal, em Aracaju, expedido graças a uma investigação iniciada pelo Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope), em março deste ano, e que terminou com a prisão do acusado na cidade de Rio Real, interior da Bahia, com mais de 100 kg de maconha.

Segundo informações da polícia sergipana, Robson foi preso no dia 6 de abril deste ano, juntamente com Ademir José dos Santos e Adriano dos Santos, por policiais do Estado da Bahia. Os comparsas dele continuam presos, mas Robson foi beneficiado por um erro processual cometido pela Justiça da Bahia e solto da delegacia de Rio Real no dia 14 de setembro de 2008. Assim que saiu da prisão, Robson retornou para Aracaju e passou em viver em vários endereços.

Na avaliação do delegado João Batista, o principal erro cometido pela Justiça foi não ter observado que o acusado tinha um mandado de prisão em aberto em Sergipe pelo mesmo crime que fora preso na Bahia. Ao perceber a falha, a juíza da 4ª Vara Criminal determinou que o acusado fosse novamente reconduzido ao presídio. De acordo com o delegado, as investigações para prendê-lo novamente foram iniciadas há pelo menos 30 dias e terminaram com sua localização na casa da mãe dele em uma avenida no conjunto Castelo Branco.

Esta não é a primeira vez que Robson tem problemas com a Justiça. Quando tinha 31 anos ele foi preso por policiais da Decte em uma praça pública do conjunto Bugio, zona norte de Aracaju, com 50 gramas de maconha; foi condenado a uma pena leve de pouco mais de 30 dias. Tempos depois, cumpriu pena de 3 anos e seis meses de reclusão também por tráfico de entorpecentes.

A punição só fez aumentar o desejo pelo tráfico, tanto que acabou preso pela terceira vez com mais de 100 quilos de maconha no início deste ano. “Agora vamos comunicar a prisão dele a 4ª Vara Criminal e transferi-lo para o presídio”, explicou João Batista.

Fonte: SSP

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais