Polícia desarticula quadrilha e prende acusados de assassinato

0

Na madrugada do dia 25, uma quadrilha foi desarticulada em Aracaju. Os integrantes são acusados de roubarem CD players de carros na Orla de Atalaia. Na mesma madrugada, policiais da Companhia de Radiopatrulha (CPRp) capturaram Jailson Torquato dos Santos Júnior, de 20 anos e Adson Alberto Santos Soares, de 19 anos, acusados de homicídio.

 

No caso dos assaltantes, o resultado da operação foi uma ação conjunta entre a CPRp e a Polícia Civil. Uma guarnição foi solicitada por um casal que alegava ter o aparelho furtado. Foram localizados dois homens em uma motocicleta de cor cinza tentando retirar um outro equipamento de um veículo.

 

Os homens foram identificados como Carlos Eduardo da Silva Oliveira, 23 anos, e Antônio dos Santos Filho, de 19 anos. Com eles foram encontrados CD Players. Nesse meio tempo, Policiais Civis conseguiram prender outros três integrantes da quadrilha, em flagrante: Clécio da Silva Dória, de 18 anos; Júlio César de Almeida Costa, de 19 anos e Cícero Rafael da Silva Oliveira, de 21 anos. De acordo com o tenente George, a quadrilha desarticulada vinha agindo há algum tempo.

 

HOMICÍDIO – No segundo caso, policiais foram solicitados para apoiar uma das viaturas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), no resgate a uma vítima de arma de fogo na rua Carlito Mello, bairro Cidade Nova, zona norte da capital. Além do homem baleado, havia outras duas pessoas levemente feridas. Populares indicaram onde estavam os autores do delito.

 

Ao chegarem no local indicado os policiais identificaram os acusados pela descrição dos trajes. Um terceiro acusado conseguiu fugir levando a arma do crime, conforme explicaram Jailson e Adson. O homem atingido não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do Hospital Governador João Alves Filho.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais