Polícia identifica autores de mensagens de ódio contra Linda Brasil

0
A vereadora eleita pelo Psol, Linda Brasil, registrou a ocorrência de crime de transfobia  na DAGV (Foto: Assessoria de Comunicação)

A vereadora eleita Linda Brasil (Psol) esteve na última quarta-feira, 2, na Secretaria de Segurança Púbica (SSP/SE) para prestar mais informações a Polícia Civil sobre o inquérito que investiga o crime de transfobia contra a vereadora, primeira mulher trans a ser eleita em Aracaju.

De acordo com Linda, as cinco pessoas, que dispararam nas redes sociais mensagens de ódio contra ela após sair o resultado das eleições municipais 2020, já foram identificadas pela Polícia e devem ser ouvidas nos próximos dias.

“Fui ontem ao departamento específico da SSP para detalhar ainda mais esses ataques que sofri. O processo está nessa fase de apuração para que, de fato, eu esteja precavida porque acredito que os autores vão querer de, certa forma deslegitimar a denúncia, não assumindo o crime praticado. Por isso, estamos buscando todas as informações possíveis sobre esses ataques para fortalecer o processo e fazer com que ele tenha eficácia”, enfatiza a vereadora eleita.

Relembre

Desde o resultado da eleição no dia 15 de novembro, Linda, que foi a vereadora mais votada de Aracaju, vem recebendo várias agressões e manifestações de ódio através das redes sociais. No dia 24 de novembro, ela registrou a ocorrência no Departamento de Atendimento a Grupo Vulneráveis da Polícia Civil (DAGV) e um inquérito policial foi instaurado para investigar o caso.

Por Karla Pinheiro

Comentários