Polícia prende acusado de comandar quadrilha

0

A prisão de Jean Carlos Santos de Oliveira, 22, ocorreu na noite da segunda-feira, 25, depois de uma troca de tiros com a Polícia, segundo informações da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP). Contra Jean há dois mandados de prisão expedidos pelo Poder Judiciário sergipano. De acordo com a Polícia, o acusado é condenado a seis anos de prisão por envolvimento em roubo.

O acusado foi localizado dentro de uma Escola no bairro Santa Maria, na rua B-20. O jovem saiu ferido, recebeu atendimento médico no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) e, posteriormente, segundo informações do delegado Asessandro Vieira, conduzido à Delegacia onde foi lavrado flagrante por porte ilegal de arma. A Polícia contabiliza mais de 20 roubos supostamente praticados pela quadrilha liderada por Jean, inclusive no crime que vitimou o padeiro Itamar Pedro Ferro Silva, ocorrido em novembro do ano passado.

De acordo com informações do delegado Alessandro Vieira, somente na Semana Santa deste ano, a quadrilha teria participado de pelo menos quatro roubos, nos quais as vítimas teriam reconhecido a participação de Jean. A Polícia já recuperou quatro motocicletas, que teriam sido roubadas por esta quadrilha, que costuma atuar mediante violência contra as vítimas.

Jean Carlos é apontado pela Polícia como suposto chefe da quadrilha formada por adolescentes com faixa etária entre 15 e 17 anos, com intensa atuação em assaltos especialmente no bairro Santa Maria e adjacências. Na noite de segunda, durante ronda, os policiais se aproximavam de uma localidade conhecida como Sovaco da Gata, no Santa Maria. De acordo com informações do delegado Alessandro Vieira, Jean estaria acompanhado de outros dois adolescentes, que conseguiram fugir por um matagal.

De acordo com a Polícia, Jean estava armado com um revólver calibre 32 e, na fuga, teria atirado contra os policiais, que revidaram acertando-o com dois tiros em uma das pernas. Mesmo ferido, conforme informou o delegado, Jean correu, passou por um barranco, alcançou o muro da escola e se escondeu nos fundos da parte interna do Colégio, onde acabou rendido pelos policiais da 13ª Delegacia. “Ele só não continuou reagindo porque deixou a arma cair durante a fuga”, informou o delegado, em conversa com o Portal Infonet.

Dominado, Jean foi conduzido ao Huse, recebeu atendimento médico e, logo em seguida, recebeu alta. Na tarde desta terça-feira, 26, Jean retornará ao hospital para trocar os curativos. O estado de saúde é estável.

A Polícia continua as investigações e fazendo cerco na região na tentativa de prender os demais componentes da suposta quadrilha. Na semana passada, um deles, com 17 anos, foi apreendido pela Polícia Civil. Permanecem foragidos, segundo o delegado, outros três adolescentes, com idade entre 15 e 17 anos. 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais