Polícia prende acusado de matar a esposa

0

Acusado do homicídio foi preso em Alagoas
Quase 25 dias após o crime, a polícia conseguiu prender Everaldo Rodrigues dos Santos, 47 anos, acusado de matar a esposa Elenildes dos Santos Rodrigues, de 28 anos, no município de Santo Amaro das Brotas. De acordo com o delegado Alessandro Vieira, o acusado foi preso na cidade de União dos Palmares, no Estado de Alagoas, na noite de quinta-feira, 19, por volta das 20h.

“Ele acreditava tanto na impunidade que já estava trabalhando, freqüentando uma igreja, ou seja, já estava bem familiarizado com o local”, relata o delegado. Alessandro revelou que a prisão se deu após um trabalho intenso de investigação, que contou inicialmente com policiais de Santo Amaro, além da Divisão de Inteligência da Polícia (Dipol). “A população também contribuiu de maneira relevante, através do disque denúncias [181]”, ressalta.

Motivação

Em depoimento, Everaldo alegou ter matado a esposa por ciúme. “Ele alega uma suposta traição e na oportunidade que teve foi para roça com a esposa, desferiu um golpe de enxada e depois amarrou a mulher na árvore”, relata o delegado.

Alessandro diz que a população contribuiu de forma relevante
Quando questionado sobre o estado ébrio do acusado, o delegado foi taxativo em afirmar que ele não estava bêbado. “Ele estava consciente, tanto que após o crime ele saiu de Santo Amaro, foi para Pirambu e no mesmo dia chegou a Maceió, de onde ligou para irmã da vítima e relatou que havia matado a esposa”, acrescenta Alessandro.

Ainda de acordo com o delegado, ao chegar a cidade de Maceió, o acusado teve o apoio do irmão. “O irmão dele, de pré-nome Reginaldo, foi quem resgatou ele em Maceió e levou para União dos Palmares”, explica.

O crime

No final da tarde da última terça-feira, 27, uma irmã da dona de casa Elenildes dos Santos Rodrigues, de 28 anos, foi informada que a vítima estava morta em uma mata fechada e de difícil acesso, em Santo Amaro das Brotas. Na ocasião familiares, junto com a comunidade, saíram a procura de pistas e encontraram, a mulher morta e ajoelhada amarrada a uma árvore dentro de um matagal.

Por Alcione Martins e Kátia Susanna

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais