Polícia prende quadrilha de traficantes paulistas

0

Com os presos foram encontrados armas, dinheiro e vários objetos Foto: Ascom SSP

Uma operação realizada no final da tarde da última sexta-feira, 19, que contou com policiais civis do Departamento de Narcóticos (Denarc) e militares do Batalhão de Choque da Polícia Militar (BPchq) culminou com a prisão de dois paulistas e três sergipanos envolvidos com o tráfico de drogas e assaltos em Aracaju.

Os paulistas Alexsandra dos Santos, 24 anos, e David Rodrigues Teixeira, 27 anos, foram surpreendidos pelos policiais em uma casa localizada no bairro Palestina. Com eles foram encontradas uma pistola calibre 380 e uma bereta.

De acordo com a delegada Aliete Melo a dupla estava morando em Aracaju há sete meses e sempre viajava para a terra natal com o intuito de trazer droga para Sergipe. “Durante os depoimentos, eles assumiram a prática de dois assaltos a clientes de uma agência bancária localizada no bairro Siqueira Campos”, detalhou a delegada.

Com a prisão dos paulistas, os policiais chegaram ao casal Márcia Fabiana de Souza Feitoza, 28 anos, e David Wynne Messias, 19 anos, que eram responsáveis pela comercialização da droga oriunda de São Paulo na zona norte de Aracaju, concentrando-se nos bairros 18 do Forte e bairro América, onde foram detidos.

A delegada conta que o casal era responsável pelo repasse da droga vinda do estado de São Paulo. “Márcia estava em liberdade condicional após praticar um crime de homicídio. O paulista David Rodrigues é procurado pela polícia de São Paulo”, afirmou Aliete Melo.

Na casa do casal a polícia encontrou 19 pedras de crack, uma balança de precisão e R$ 200,00 em notas de baixo valor. Ainda durante a operação, foi preso o sergipano Cristiano Alves de Jesus, 19 anos. Ele é apontado pela polícia como o responsável pela guarda da droga e de armas da quadrilha. Na casa de Cristiano, que fica também no bairro América, foram encontrados um revólver calibre 38, uma balança de precisão e cerca de R$ 3.000,00 em dinheiro.

“O Cristiano confessou que guardava droga e arma a pedido do casal Márcia e David. Ele afirmou que tudo que foi achado hoje em sua casa havia sido repassado na noite desta quinta-feira”, salientou Aliete Melo. Todos foram encaminhados para a sede do Denarc, onde foram ouvidos e indiciados pelos crimes de porte e posse de arma de fogo, tráfico de drogas e associação para o tráfico. 

Com Informações da SSP

Comentários