Polícia prende suspeito de participar de crime contra PM

0

O suspeito de ter participado de crime que matou PM está preso
Policiais do Grupamento Tático de Motos (Getam) conseguiram prender um dos criminosos mais perigosos da capital sergipana. Aos 24 anos, Alan Silva Santos, conhecido como ‘Mãozinha’ possui uma ficha criminal extensa. De acordo com a polícia Alan é responsável por diversos assaltos a mão armada, tentativa de homicídio e é apontado como suspeito de ter participado do crime que terminou na morte do cabo Hélio Menezes, no dia 27 de abril desse ano.

De acordo com o sargento Fábio Lemos, do Getam, o acusado é foragido do Presídio de Areia Branca. A prisão é fruto de um trabalho ostensivo de rondas. “Estávamos realizando patrulhamento no Bugio e Jardim Centenário, quando populares denunciaram que existia um foragido da Justiça rondando a área. Quando chegamos ao local nos deparamos com o acusado bebendo na esquina de uma padaria, na rua B ”, conta o sargento que, quando constatou a identificação do

O cabo Helio foi assassinado em abril desse ano
preso, ligou para o delegado Everton Santos, da Delegacia de Homicídios.

“O delegado pediu para que encaminhássemos o preso direto para a delegacia porque ele estava sendo procurado pela morte do cabo”, enfatiza.

Alan Silva Santos permanece preso na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP).

Investigação

De acordo com as investigações, o autor dos disparos que matou o militar foi Jonata Santos Souza, de 24 anos, que está preso. Alan seria o comparsa de Jonata. Em entrevista ao Portal Infonet em maio desse ano, o delegado Everton Santos afirmou que Jonata e Alan planejaram o assalto à panificação. Everton dos Santos destacou que Jonata e Alan passaram o dia inteiro esperando uma oportunidade para assaltar o estabelecimento. 

Por Kátia Susanna

Comentários