Policiais prendem suspeitos pela morte de professor

0
Acusados são surpreeendos por policiais militares e civis (Fotos: PM)

A Polícia Militar prendeu dois homens e apreendeu um adolescente acusados de integrar uma suposta quadrilha responsável por assaltos e homicídios. De acordo com informações do soldado Oliveira Filho, da equipe do Grupo de Ações Tática do Interior (Gati), os três são apontados como autores do atentado que matou o professor de capoeira José Walter Santos Filho, 32, e deixou outras três pessoas feridas, crime ocorrido no mercado municipal de Aracaju na manhã do dia 22 de julho deste ano.

A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira, 10, atendendo a mandado de prisão expedido pelo Poder Judiciário, cumprido durante ação policial desencadeada pelas equipes do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Deprati) e do Gati, conforme informações do soldado Oliveira Filho.

Além do atentado que matou o professor de capoeira, os três também são apontados pelo assalto praticado na Central de Abastecimento (Ceasa), ocorrido há alguns meses. As investigações foram realizadas pelo Deprati e, com apoio do Gati, foi realizado cerco policial na casa onde o grupo estaria residindo, no Loteamento Guarajá, em Nossa Senhora do Socorro.

Com os suspeitos, os policiais encontraram uma escopeta de calibre 12, uma outra arma de produção caseira de calibre ponto 44 e ainda colete balístico, munições variadas de calibre 12, ponto 36 e ponto 44, além de sete aparelhos de telefones celulares e um notebook.

Objetos encontrados na casa onde os suspeitos estavam residindo

Os acusados foram identificados como José Vitor dos Santos, Eider Lima Santos e um adolescente de 17 anos e já estão prestando depoimento à Polícia Civil.

Por Cássia Santana

Comentários