Policiais protestam por melhores salários

0

Cruzes simbolizam policiais mortos
A associação Beneficente dos Servidores Militares de Sergipe (ABMSE) realizará durante toda essa segunda-feira, 5, protesto na praça Fausto Cardoso. O objetivo da ação é alertar os governantes e a população da situação dos policiais militares, que estão trabalhando fora do seu horário de serviço fazendo o conhecido “bico”, para conseguir complementar a renda. Só no ano de 2008, nove policiais morreram enquanto realizavam esse serviço e segundo Jorge Vieira, gestor da ABMSE,  85% da categoria precisa recorrer a esse tipo de trabalho.

Para protestar contra os baixos salários, foram espalhadas cruzes na praça lembrando os que morreram enquanto faziam bico. Enquanto isso,eram distribuídas rosas brancas e vermelhas às mulheres que passavam. A associação pede que os policiais militares, assim como os civis, tenham seus salários aumentados e equiparados aos dos policiais civis.

Além do protesto na praça Fausto Cardoso, também será realizada uma assembléia da categoria, com data e horário a serem marcados, para estabelecer os próximos encaminhamentos necessários para alertar o governo. A possibilidade de um aquartelamento não foi descartada.

Jorge Vieira: “situação é de escravidão”
“Quanto um policial morre as famílias ficam completamente desamparadas, já que o subsídio é diminuído e ela não tem direito a seguro de vida. É necessário remunerar melhor o nosso policial para que ele não precise se submeter a serviços extras, arriscando a sua vida”, disse o capitão Ildomário.

Na opinião de Jorge Vieira, o policial militar enfrenta uma situação de escravidão, sem reconhecimento. Segundo ele, a reivindicação é que os benefícios dados para os policiais civis também sejam estendidos aos militares. “Acho justo que o um policial civil seja beneficiado. Mas porque não valorizar a nossa categoria também? Sem uma remuneração justa é impossível oferecer segurança à população. Não basta equipar, é preciso antes de tudo valorizar a pessoa”, falou.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais