PRF envolvido no caso Genivaldo lança livro contando sua versão

Capa e 4ª capa do livro publicado Paulo Rodolpho (Foto: cedida pela defesa de Paulo Rodolpho)

Trazendo uma versão oposta acerca das ações que culminaram na morte de Genivaldo de Jesus Santos, em 2022, durante uma abordagem policial no município de Umbaúba, o livro “A sabedoria da espera: reflexões de um pré-condenado”, do autor Paulo Rodolpho Lima Nascimento – um dos ex-policiais rodoviários envolvidos no caso, foi lançado nessa sexta-feira, 13.

Segundo o advogado Rawlinson Ferraz, responsável pela defesa de Paulo, o livro de 160 páginas traz uma narrativa com uma perspectiva dos fatos sob o olhar de quem está sendo acusado do crime.

“O livro foi escrito como forma de dá voz a quem não tem voz. Já que pedimos à Justiça que concedesse o direito a entrevista à eles, mas o pedido foi negado. Lendo o livro não tem quem não se emocione, ele foi escrito com a caneta da dor do cárcere e a tinta do sofrimento.”, afirma o advogado.

A obra é dividida em três parte: a primeira aborda o momento da prisão e traz reflexões acerca de como Paulo tem vivido no cárcere; a segunda traz relatos do exercício da profissão, críticas e detalhes técnico; e a terceira apresenta cartas de amigos e revela aprendizados sobre espiritualidade e propósitos de vida.

O livro custa R$70,00 (frete incluso a depender da localidade) e está sendo vendido na Amazon e por meio do (79) 9 9901-0750 – Elizabete de Cássia. A partir desta segunda-feira, 16, as obras estarão sendo enviados para todo o Brasil.

Relembre

Paulo Rodolpho foi preso no dia 14 de outubro de 2022 no Presídio Militar de Sergipe (Presmil), junto com os outros dois ex-policiais rodoviários federais envolvidos na abordagem que ocasionou a morte de Genivaldo de Jesus Santos – William de Barros Noia e Kleber Nascimento Freitas.

Os envolvidos estão sendo acusados de tortura e homicídio qualificado e deverão ir à júri popular, caso a decisão tomada pela 7º Vara Federal em Sergipe no último dia 17 de julho não seja revogada.

Por Luana Maria e Verlane Estácio 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais