Policial será indiciado por homicídio qualificado

0

Raimundo será julgado como cidadão comum / Foto: Reprodução
O policial militar Raimundo Nonato Gonçalves será indiciado por homicídio qualificado. Ele é acusado de matar o motoboy Marcos Junior Nogueira Santana, de 27 anos, no feriado de Natal, com um tiro nas costas. O crime ocorreu no bairro Rosa Elze, em São Cristóvão.

Em depoimento ao delegado Robério Santiago, responsável pelo caso, o policial contou que o tiro foi acidental. “Segundo ele a arma caiu na hora que ele foi pegar a moto e disparou atingindo o Marcos”, explicou. Para o delegado, essa versão não convence.

“Essa história não tem nada a ver. As testemunhas, até mesmo familiares dele, confirmam que foi ele quem atirou”, ressalta Robério, acrescentando que nesta sexta-feira, 8, enviará o inquérito para a Justiça.

Por enquanto, Nonato permanece preso no Presídio Militar, mas segundo o delegado ele deverá ser julgado como cidadão comum.

Comentários