Ponte Joel Silveira deve ficar pronta até final de outubro

0

Obras devem ficar prontas ainda este ano
A previsão de finalização das obras da Ponte Joel Silveira é para o final de outubro. Para isso, quase 600 funcionários trabalham em dois turnos, durante todos os dias, para que a obra não sofra atrasos. A expectativa da Contern, empresa responsável pelo empreendimento, é de que a partir de julho, com a instalação da estrutura pré-moldada, a obra avance consideravelmente. Até o momento, a equipe de trabalho direciona as atividades de fortalecimento das bases de sustentação, processo considerado o mais importante.

Mesmo com a chuva, que segundo o gerente administrativo da Contern, Gilson Macedo, “atrapalha muito”, a obra está caminhando, embora, entre os funcionários, exista certa desconfiança com o cumprimento do prazo. “Eu acho que só vai ficar pronta no começo de 2010”, afirma um dos envolvidos na obra, que preferiu não se identificar. Assim como ele, outros quatro funcionários questionados pela reportagem do Portal Infonet também não acreditam que a obra esteja concluída ainda este ano.

Obra ainda está na base, considerada mais importante
“Última fase é rápida”

O engenheiro de obras Thompson Iglesias explica que embora pareça que falta muito para a finalização da obra, “é preciso entender que as próximas fases serão rápidas”. De acordo com ele, o projeto de construção da ponte prevê o lançamento de estruturas metálicas e de pré-moldados que serão acoplados a estrutura que está sendo construída no rio. “A instalação das últimas estruturas será muito mais rápida. A partir de julho, teremos um arranque impressionante na obra”, garante o engenheiro.

Da mesma forma, o gerente Gilson Macedo ressalta que estão sendo feitos todos os esforços para o encerramento da obra. “Estamos com 560 profissionais trabalhando diretamente na obra e com 75 vagas abertas para carpinteiros, montadores e armadores”, informa ele.

Estrutura

Com 1.080 metros de comprimento por 14,2 metros de largura, a Ponte Joel Silveira ligará o Mosqueiro a Itaporanga D’Ajuda pelo Rio Vaza Barris e tem custo estimado em mais de R$ 50 milhões. Os recursos foram garantidos em convênio firmado entre o Governo do Estado e o Ministério do Turismo.

Por Valter Lima

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais