Portelinha: construções irregulares serão demolidas

0

alicerces irregulares foram notificados pela prefeitura e serão demolidos (Foto: Ascom/Barra dos Coqueiros)
No início desse mês a equipe do Portal Infonet acompanhou uma audiência entre a prefeitura de Barra dos Coqueiros para discutir a situação de cerca de 400 famílias que há anos vivem em áreas de preservação ambiental da União nas invasões da Portelinha; invasão do Canal do Guaxinin; Atalainha e Suvaco do Cão no município da Barra dos Coqueiros.

A preocupação das famílias eram ser despejadas e não terem para onde ir. Ficou decidido que as famílias que moram nas áreas teriam um prazo para deixar as residências e que a prefeitura construiria casas para os moradores. A prefeitura também se comprometeu a fiscalizar as áreas de preservação ambiental para que novas construções não fossem levantadas, mas este final de semana uma comissão da prefeitura comprovou que novas construções estão sendo erguidas no local.

De acordo com a secretária de meio ambiente, Jane Velma, as novas construções estão embargadas e serão demolidas em poucos dias. “Não há ninguém morando nestes espaços, são pessoas que souberam do benefício das casas para os moradores da invasão e querem agora especular”, esclarece a secretária.

O secretário de comunicação do município, Diego Gonzaga, ressalta que a prefeitura continuará fiscalizando as áreas e pede que a população possa denunciar novas construções. “O compromisso assumido pela prefeitura é o de continuar fiscalizando qualquer obra nessas áreas”, afirma.

 

 

Por Kátia Susanna com informações da ascom

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais