Possíveis dias amargos no pós-eleitoral

0

O candidato ao Governo de Sergipe pelo PFL, João Alves Filho, tem dito, aos quatro cantos, que, se eleito governador, promete não discriminar a capital, ao contrário, é sua intenção ajudar o atual prefeito Marcelo Déda. Mas, nestes últimos dias de campanha, o ex-governador tem desfechado críticas severas ao atual mandatário do município. Em comício realizado no início desta semana, na Praia de Atalaia, o ex-governador disse que a capital está “mergulhada no caos da incapacidade administrativa e ingovernabilidade”. Alguns analistas políticos interpretam, com esta crítica severa, que Marcelo Déda deve esperar dias amargos, caso João Alves seja eleito. Já se vê, nestas críticas, o início da campanha da Prefeitura, que só deverá ocorrer em 2004. João Alves gostaria de fazer do atual vereador Mendonça Prado o prefeito da cidade. Vem chumbo grosso por aí, principalmente se João for governador.

Comentários