Povoados de S.Cristóvão e Socorro podem ficar sem ônibus

0

Setransp diz que vias estão sem calçamento, com buracos, valetas, córregos e até riachos, e muitas delas são estradas de canaviais (Fotos: Setranp)

Situação das vias nos três povoados proporcionam riscos de acidentes, diz Setransp

O Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju de região metropolitana (Setransp) informou, nesta segunda-feira, 2, que a população dos povoados Guajará e Quissamã, em Nossa Senhora do Socorro, e do Cardoso, em São Cristóvão, podem ficar sem quatro linhas do transporte coletivo. De acordo com a Setransp, o problema é a situação das vias.

"São vias sem calçamento, com buracos, valetas, córregos e até riachos, e muitas delas são estradas de canaviais, inclusive, com trechos com possibilidade de erosão. A situação das vias nos três povoados proporcionam riscos de acidentes no tráfego de ônibus. Em tempos de chuva, como o atual, as empresas de ônibus contam com serviços de tratores para ajudar frequentemente no reboque dos ônibus atolados no lamaçal dessas vias. E os veículos que servem essas linhas são os que apresentam maior índice de deterioração", informa, em nota, o Setransp.

As linhas ameaçadas a parar de circular são as seguintes: 306 – Guajará/Zona Oeste, 712 – Povoado Cardoso/Mercado, 714 – Povoado Quissamã/Osvaldo Aranha e 718 – Guajará/Osvaldo Aranha.

O sindicato também fala que vem oficiando a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito de Aracaju (SMTT) sobre a realidade da operação, mas até o momento não houve ação efetiva nos locais.

O Portal Infonet entrou em contato com a Prefeitura de São Cristóvão que informou, em nota, que "as imagens divulgadas não são atuais e que a pista passou por melhorias ultimamente". Ainda de acordo com a prefeitura, o trânsito no local está garantido. O Portal também falou com a assessoria de comunicação de Socorro e aguarda retorno. Permanecemos à disposição através do telefone (79) 2106-8000 ou do e-mail jornalismo@infonet.com.br.

Procurada, a SMTT se manifestou, através de nota, afirmando que "como órgão gerenciador do transporte público da capital e região metropolitana, esclarece que notificou os municípios de Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão assim que tomou conhecimento da possibilidade de suspensão do serviço nas referidas localidades. As duas prefeituras informaram que estavam providenciando paliativos para as regiões citadas, mas que o período chuvoso estaria atrapalhando os trabalhos".

Ainda de acordo com a SMTT, representantes dos dois municípios foram convidados para uma reunião na tarde dessa segunda-feira, 2 de julho. "Para juntos buscarem soluções para que o transporte público não seja suspenso nas quatro localidades, prejudicando as pessoas que nelas residem", finaliza a nota.

por Jéssica França
Com informações da Setransp

Comentários