Pré-Caju mexe com a cidade

0

Não há dúvidas que a realização do Pré-Caju – e este ano foram só três dias – mexeu com a cidade toda, de um modo em geral. Por exemplo: o Shopping Jardins, embora não esteja no caminho do trajeto dos blocos, fechou às 20 horas nos dias de festa. As avenidas que cortam o shopping, mais a Francisco Porto, a Acrísio Cruz, a Augusto Maynard, entre tantas outras, ficaram superlotadas, já a partir da metade da tarde de cada dia.

 

A prefeitura de Aracaju trabalhou normalmente, mas o governo do Estado liberou seus funcionários na tarde de sexta-feira, o mesmo fazendo a Assembléia Legislativa e a Câmara de Vereadores, neste caso durante todo o dia. Quem quis fazer uso de táxis, nas noites da folia, teve dificuldades até em conseguir linha para as diversas empresas, quanto mais ter a sua disposição um carro público. Até os transportes coletivos vinham cheios de bairros os mais distantes, despejando gente nas proximidades do local onde se iniciava o desfile. O Pré-Caju, até não querendo, mexe com todos os aracajuanos.

 

Por Ivan Valença

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais