Prefeito Edvaldo autoriza construção de praças no bairro 17 de Março

0
O prazo de conclusão das obras, que serão executadas pela Estrutura Construções Ltda, é de 180 dias. (Foto: Ana Lícia Menezes/PMA)

“Estou muito emocionado. Este bairro foi erguido em nossa gestão e todas as obras realizadas nesta localidade foram feitas em nossas administrações. Construímos casas, fizemos toda a infraestrutura e, agora, construiremos estes espaços de lazer, trazendo mais qualidade de vida aos moradores”. A afirmação foi feita pelo prefeito Edvaldo Nogueira quando autorizou, na manhã desta quinta-feira, 21, a construção de quatro praças no bairro 17 de Março, zona Sul. Somando um investimento de quase R$ 2,9 milhões, estas ações estão dentro do pacote das primeiras obras executadas através do financiamento firmado pela Prefeitura de Aracaju com o Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID).

Bairro planejado e erguido nas gestões de Edvaldo Nogueira, o 17 de Março passou por uma grande transformação nos últimos quatro anos, quando recebeu mais infraestrutura, escolas, Unidade Básica de Saúde e que, em breve, será endereço da primeira maternidade pública municipal de Aracaju. Agora, a administração iniciará a construção de quatro áreas de lazer na localidade.

Os novos espaços possuirão áreas verdes, onde serão plantadas 334 árvores, pistas de caminhada, parques infantis e academias ao ar livre, além de bancos e mesas de concreto e iluminação em LED. Em duas das praças, também haverá quadras de esporte polivalente. O prazo de conclusão das obras, que serão executadas pela Estrutura Construções Ltda, é de 180 dias.

“Toda vez que venho ao 17 de Março, meu coração se enche de felicidade. Agradeço a Deus por ter me dado a possibilidade de fazer por esse bairro o que fiz. É uma região que, por onde passo, vejo obras feitas por nossos governos. Esse bairro foi projetado por mim. Construímos as casas, duas escolas, uma UBS, estamos concluindo a maternidade, uma das maiores obras da nossa gestão, fizemos infraestrutura e, agora, estamos dando ordem de serviço para essas praças. Todas as obras que foram feitas aqui têm qualidade. E com as praças será igual. Estamos autorizando quatro praças, inicialmente, e faremos mais quatro, também no 17, além de mais duas no Santa Maria”, anunciou Edvaldo, que visitou os quatro locais onde as praças serão construídas.

“Mudar a face de Aracaju”

Na solenidade, o prefeito destacou a grandiosidade do projeto “Construindo para o futuro”, que receberá, em sua totalidade, investimentos de R$ 400 milhões. As praças que serão erguidas no bairro 17 de Março se inserem no pacote das primeiras realizações com os recursos do BID, que assegurarão, ainda, a construção da avenida Perimetral Oeste e a revitalização do Parque da Sementeira.

Em discurso, Edvaldo ressaltou como se deu a elaboração do projeto e os caminhos para que se concretizasse. “Estamos fazendo todas essas grandiosas obras, primeiro porque nos planejamos, e, segundo, porque contamos com o apoio da Câmara de Vereadores que foi fundamental para que conquistássemos os recursos do BID. Com este financiamento, vamos mudar a face da cidade. Vamos construir praças, casas, uma avenida, vamos revitalizar o Parque da Sementeira”, disse.

Para a vice-prefeita Katarina Feitoza, que participou do ato de assinatura, as praças são a continuidade de um trabalho que Edvaldo iniciou e que vem mudando a vida de milhares de pessoas. “É muito gratificante ver o projeto desse bairro ganhar novas formas e atender cada vez mais às necessidades da população. As praças darão uma nova cara à localidade e uma nova rotina aos moradores, trazendo mais qualidade de vida e dignidade para todos”, afirmou.

Sonho da comunidade

A dona de casa Magna dos Santos mora no 17 de Março desde que o bairro foi erguido. Para ela, ver a construção de equipamentos de lazer na localidade representa um “sonho de todos os moradores”. “Nosso bairro foi muito bem projetado, tem infraestrutura completa, escolas, unidade de saúde, terá uma maternidade e, agora, vamos ter também as praças, que eram o que faltava. Com certeza, será um lugar ainda melhor para gente viver, para nossas crianças que não têm lugar para brincar, então são projetos muito bons, que sonhamos muito”, disse.

Da mesma forma, a dona de casa Elenira Barbosa ressaltou que “as praças eram o que estava faltando para nosso bairro”. “Hoje as crianças não têm onde brincar, uma área de lazer, e com essas praças elas terão. Será uma maravilha. Espero que, quando elas forem entregues, os moradores cuidem com carinho porque esperamos muito por esse momento”, comemorou.

As praças

São dois os modelos que as quatro praças irão seguir. Duas delas, com 6,2 mil metros quadrados cada, contarão com pista de caminhada, área de passeio, área verde, quadra de esporte polivalente (com piso de alta resistência, alambrado, tela de proteção, arquibancadas, equipamentos para vôlei, basquete e futebol de salão, além de refletores), academia ao ar livre e parque infantil. Os projetos custarão entre R$ 870 mil e R$ 925 mil.

Já as duas praças menores, com custo em torno de R$ 500 mil, terão área total, cada uma, de 4 mil metros quadrados. Nelas também serão construídas pista de caminhada, área de passeio, área verde, academia ao ar livre e parque infantil. Todas as quatro praças terão acessibilidade. O conceito central dos projetos é a interação entre os moradores da comunidade, com foco na primeira infância e nos idosos.

“As obras já começam nesta quinta-feira, com previsão de realização de seis meses, prazo que pode sofrer alguma alteração em decorrência das condições meteorológicas. A empresa que venceu a licitação já tem feito um trabalho em Aracaju de boa qualidade e preza pela celeridade”, informou o presidente da Empresa Municipal de Obras e Urbanização (Emurb), Sérgio Ferrari.

Acompanharam o ato o presidente da Câmara, vereador Nitinho Vitale, os vereadores Sargento Byron, Soneca, Fábio Meireles, Paquito de Todos, Pastor Eduardo, Binho, Anderson de Tuca, Cícero do Santa Maria, Sávio de Vardo da Lotérica, Ricardo Vasconcelos e Joaquim do Janelinha, além de líderes comunitários e moradores do bairro.

Fonte: PMA

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais