Prefeito sanciona lei que institui feriado no São João

0

Medida atende anseio dos bancários (Foto: Alejandro Zambrana)
Em reunião com representantes do Sindicato dos Bancários de Sergipe (Seeb), na tarde desta segunda-feira, dia 23, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, confirmou que irá sancionar o projeto de lei que institui o feriado municipal no São João, dia 24 de junho. A iniciativa atende a um antigo pleito da categoria, que era uma das poucas a não ter a oportunidade de usufruir da data. O encontro aconteceu no palácio Ignácio Barbosa e contou com a presença do vereador Valdir Santos, que foi o autor do projeto.

“Observamos que o projeto de lei está dentro da legalidade e se trata de um anseio da sociedade, pois o dia 24 de junho é a data mais importante da religiosidade aracajuana após o dia da festa da padroeira [Nossa Senhora da Conceição]”, ressaltou o prefeito, lembrando que o São João celebra a cultura do povo sergipano. “Comuniquei que irei sancionar o projeto e agora vamos ver uma data para fazermos um evento que possa corresponder à grandiosidade da novidade”, complementou Edvaldo Nogueira.

Os funcionários das instituições financeiras da capital fizeram questão de participar da reunião por verem a sanção do projeto de lei como a realização de uma necessidade de longa data. “As festas do dia de São João são as mais tradicionais do município e lamentavelmente não era feriado em Aracaju. Todos os trabalhadores se preparavam, enquanto os bancários não tinham esse direito”, comenta o presidente do Seeb, José Souza, destacando que os bancos “não vão mais precisar manter suas portas abertas mesmo com uma demanda pequena”, afirmou.

De acordo com Valdir Santos, a lei é fundamental porque apenas os bancários e alguns poucos funcionários de órgãos federais trabalhavam no dia de São João. “Anualmente a Prefeitura de Aracaju e o Governo do Estado decretam ponto facultativo para os funcionários públicos e o comércio não funciona; por isso o projeto foi aprovado por unanimidade na Câmara. Os vereadores perceberam que o feriado é bom para toda a população e os bancos não poderiam estar abertos nesse dia”, observou o autor do projeto.

AAN

Comentários