Prefeitura de Aracaju mantém medidas de isolamento citadas em decreto

0
Foto: Sérgio Silva

Ao contrário do movimento que se iniciou no país conclamando as pessoas a voltarem para suas atividades cotidianas e, consequentemente, a deixarem o isolamento social em suas casas, a Prefeitura de Aracaju mantém as medidas estabelecidas em decreto, através das quais os estabelecimentos comerciais devem permanecer fechados e as pessoas, em casa, evitando aglomerações.

“Temos visto uma tendência no mundo de aumento de casos a cada um, dois dias, então, é preciso que a gente tenha muita tranquilidade de entender que é uma doença muito perigosa. A gente não pode deixar de lado. Temos que ser cuidadosos. Ainda é necessário que as pessoas fiquem em casa”, ressalta o prefeito Edvaldo Nogueira, ao destacar a importância dessa medida.
“Sei que é um sacrifício muito grande, que não é fácil, os impactos econômicos são grandes, principalmente aos vendedores ambulantes, aos informais, no comércio, mas teremos que tomar as medidas de retomada depois. Mas a grande medida é ficar em casa, por enquanto. Quanto menos gente na rua, circulando, quanto menos aglomeração tiver, melhor”, assegura o prefeito.
Segundo ele, a rede municipal não tem condições de prestar atendimento a uma quantidade grande de pessoas, caso todos se contaminem ao mesmo tempo. “O sistema de saúde não suporta. Então, quanto mais lentamente for a infecção, melhor a prestação de atendimento às pessoas”, reforça.
A secretária municipal da Saúde, Waneska Barboza, reitera a necessidade de manter a decisão de isolamento e as medidas decretadas pela Prefeitura. “O município de Aracaju vem tomando algumas medidas restritivas que são necessárias, como a suspensão da realização de eventos, de atividades educacionais em escolas e universidades da rede pública e privada, bem como atividades coletivas e o comércio de modo geral”, afirma Waneska.
Nesse momento, segundo Waneksa, a manutenção dessas medidas é crucial para que a cidade consiga interromper a transmissão que é prevista da própria doença. “E, consequentemente, diminuir o número de pessoas doentes num menor espaço de tempo. As medidas seguem sendo cumpridas e é fundamental que toda população colabore nesse sentido”, reforça a secretária.
Fonte: Prefeitura de Aracaju  
Comentários