Presa quadrilha acusada de explosões de cashs em Sergipe

0

(Fotos: Ascom SSP)

O Complexo de Operações Políciais Especiais (Cope) com o apoio da Divisão de Inteligência e Planejamento Policial (Dipol) desarticulou uma quadrilha acusada de atuar em todos os episódios de explosões de cashs registrados neste ano em Sergipe.

As investigações segundo a polícia durou cerca de quatro meses e ao todo foram presas oito pessoas, sendo sete homens e uma mulher. Com os suspeitos foram encontrados explosivos, armas de fogo, munições e entorpecentes.

De acordo com o diretor do Cope, Jonhatas Evangelista a quadrilha atuava desde o início do ano. “Investíamos todos os casos deste ano e essa semana identificamos todos os autores que estavam praticando os crimes. Semana passada realizamos operações noturnas, até que sexta [13] identificamos um veículo aonde uma parte dos autores estava. Realizamos a abordagem, conseguimos confirmar a participação deles nas explosões e após a prisão, identificamos outras pessoas presas entre elas uma mulher que participava de roubos de veículos junto com outros homens para que fossem usados nas ações de explosões dos bancos e depois eram abandonados”, afirma.

Dinheiro apreendido

Ainda segundo o delegado, há informações de que os suspeitos agiram na explosão do cash no município de Maruim no último dia 12 de junho. “Temos a informação que eles fizeram Maruim, no entanto, a atribuição é da Polícia Federal e será passada pra eles para que deem andamento do caso. Aos outros casos deste ano, temos informação de que a quadrilha já vem atuando há dois anos, embora ainda vamos ver quais os bancos que eles atuaram, mas já temos a confirmação de que eles atuaram em Aquidabã”.

A ação contou ainda com policiais militares do Grupamento Tático do Interior (Gati), do Comando de Operações Especiais (COE) e do Pelotão Especial de Patrulhamento em Áreas de Caatinga (Pepac).

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais