Presas mulheres acusadas de aplicar golpes em idosas

0

Janaína, Fernanda, Sônia e Maria Ednaci já estão presas (Fotos: Portal Infonet)

Foram presas em diversos estados da região Nordeste seis pessoas acusadas de integrar uma quadrilha e de aplicar golpes em idosas de Sergipe. As investigações vinham sendo feitas pela Polícia Civil através do Departamento de Defraudações e Combate à Pirataria (DDCP). As prisões ocorreram em Salvador, Recife e Fortaleza.

O grupo era composto por Janaina Pereira da Silva, Sônia Maria Barbosa, Maria Ednaci de Lima Guerreiro, Fernanda Maria Carlos Rebouças, Manuel Benício Dantas Cavalcante e Luciano Mendes da Silva. Todos já estão custodiados.

Segundo a polícia, o grupo praticava furtos de carteiras porta-cédula e depois utilizavam os cartões e cheques das vítimas para efetuar compras com valores altos.

De acordo com a delegada Maria Pureza do Departamento de Defraudações, estima-se que a quadrilha já atuava em Sergipe desde 2009 e este ano conseguiu furtar cartões e cheques de uma idosa causando um prejuízo de mais de R$ 60 mil reais à vítima. “A quadrilha já estava sendo investigada a mais de um ano. Durante a investigação descobrimos que o CPF de um sergipano estava sendo utilizado para a compra de eletroeletrônico em vários locais e aí começamos a monitorar a quadrilha”, diz.

As delegadas Maria Pureza e katarina Feitosa conversam com a imprensa

Ainda segundo a delegada Maria Pureza, o alvo da quadrilha era sempre mulheres idosas e de boa aparência. “Elas atuavam em shoppings e escolhiam as vítimas. Elas agiam sempre em grupo. Enquanto uma abordava e distraia a vítima, a outra aplicava o golpe. Falsificava a assinatura e fazia as compras. O problema é que elas atuavam e iam embora de Sergipe dificultando a sua prisão”, afirma.

A superintendente da Polícia Civil, a delegada Katarina Feitosa orienta a população a tomar cuidado no momento em que é abordada por desconhecidos. “O que chama atenção é que além do prejuízo financeiro fica o prejuízo psicológico. As aparências enganam e é preciso que as pessoas tenham muito cuidado e fiquem atentos. Crie mecanismos de memorização de senhas e evitem andar com cartões de crédito e as senhas juntos”, orienta a delegada.

Por Aisla Vasconcelos

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais