Presidente afirma que não vai ceder às exigências do bispo

0

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje, 20, que o governo não vai ceder às exigências do bispo de Barra (BA), dom Luiz Flávio Cappio, que há 24 dias faz greve de fome contra a transposição do Rio São Francisco. 

Segundo Lula, o projeto é o “mais humanitário de seu governo”. Ele lamentou a greve de fome de dom Cappio, mas disse que a obras vão continuar. “Se o Estado ceder, o Estado acaba”, avaliou, durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto.

O presidente ponderou que, entre a greve de fome do bispo e os 12 milhões de brasileiros que vão ser beneficiados com a transposição do São Francisco, a prioridade tem que ser dada à população.

Lula disse esperar que “como brasileiro [dom Cappio], daqui um tempo tenha compreensão de que o que fizemos é levar a água para milhões de brasileiros”. Ele acrescentou que a parcela da população a ser atendida hoje é “vítima da fábrica da seca e dos carros-pipa”. 

Na conversa com jornalistas, Lula contou que em 1980 fez uma greve de fome que durou seis dias, mas, no entanto, aprendeu com seus “companheiros da Igreja católica que só Deus dá e tira a vida”. “Eu sei o que é greve de fome, dá uma fome”, continuou Lula, acrescentando que no período em que fez ficou em jejum ingeriu apenas água e sal.

Estado de Saúde de Dom Cappio

O Hospital Memorial Petrolina divulgou hoje, 20, um boletim médico informando que o estado geral de saúde de dom Luíz Flávio Cappio é regular, embora ele ainda esteja frágil.
Dom Cappio completa hoje o 24º dia de greve de fome em protesto contra a transposição do Rio São Francisco.

O boletim informa ainda que o religioso dormiu algumas horas durante a noite e seu estado evolui bem. “Está estável do ponto de vista hemodinâmico [pressão do sangue] e respiratório, bem hidratado e com boa diurese [urina], consciente, orientado e lúcido e se comunica sem problemas”. O boletim é assinado pelo médico Klaus Finkam.

De acordo com a assessoria do Hospital Memorial Petrolina, dom Cappio tomou soro durante toda a noite e agora ingere apenas água de coco. Ainda nesta quinta ele deve decidir se continua em greve de fome.

Fonte: Agência Brasil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais