Presidente da Deso confirma ultimato do governador

0

O presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe – Deso -, Vítor Mandarino, confirmou que na última reunião entre o governador e o alto escalão da empresa, dia 25, João Alves Filho deu um ultimato: ou a empresa se reestrutura financeiramente ou, entre outras possibilidades, poderá ser privatizada. “Ele afirmou que se a empresa não passar a se viabilizar ele não hesitará em trilhar outros caminhos, inclusive o da privatização”, afirmou Mandarino em entrevista ao programa “Fala Sergipe”, da Atalaia AM. O presidente da Deso explicou que o governador autorizou que a empresa contratasse uma consultoria para auxiliar na reestruturação necessária. “Estamos trabalhado com uma empresa de renome nacional”, informou. Mandarino também explicou que a Companhia, apesar de auto-sustentável, tenha capacidade para realizar, pelo menos parcialmente, os investimentos necessários para a implantação de seus serviços. “Há muito tempo a grande maioria dos investimentos são feitos pelos cofres do Estado e o governador quer mudar isso”, explicou. Ontem, na Câmara de Vereadores de Aracaju, o vereador Antônio Góis, em pronunciamento, falou sobre o assunto. “Vamos defender a Deso e denunciar aqueles que de forma oportunista aproveitaram o tema para tentar arregimentar pessoas e votos do povo aracajuano e sergipano. A verdade começa a aparecer agora e na próxima semana, com mais dados sobre essa ameaça de privatização do senhor João Alves, iremos debater a questão nesta Casa”, garantiu o petista.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais