Presidente participa de inauguração do viaduto do DIA

0

Presidente Lula participa de inauguração
Em uma cerimônia com mais de duas horas de duração e mais de uma hora e meia de atraso, foi inaugurado na noite desta quinta-feira, 28, o viaduto Carvalho Déda no Distrito Industrial de Aracaju (DIA). O atraso ficou por conta do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que veio de Fortaleza (CE) para a inauguração e também a fim de participar do VI Fórum de Governadores Nordestinos, nesta sexta, 29. Mesmo sob a chuva, centenas de pessoas estiveram presentes.

 

Com longos discursos, o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB), e o governador do Estado, Marcelo Déda (PT), enfatizaram a importância estratégica do viaduto para a fluidez do trânsito da capital. “Nesse local, passam 80 mil veículos

População fez questão de comparecer mesmo sob a chuva
diariamente, são cerca de 250 mil pessoas”, disse Edvaldo. Ele aproveitou para agradecer à presidência os R$ 8 milhões investidos pelo Governo Federal na obra.

 

Outro ponto comum ao discurso de ambos foi ressaltar que a obra foi atrasada em quase nove meses pelo ex-governador João Alves Filho (DEM). Déda lembrou que João Alves não queria ceder terrenos da Codise e do Teatro Tobias Barreto para a construção do viaduto. “Foi a primeira providência que tomei quando assumi o governo”, disse.

 

Ao iniciar sua fala, Lula, em tom de brincadeira, comparou os discursos do prefeito e do governador com os históricos e

Edvaldo, Déda, familiares do Jornalista Carvalho Déda e presidente dividem espaço ao lado da estátua do homenageado
longos discursos do ex-presidente cubano, Fidel Castro. O presidente ressaltou as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que serão executadas em Aracaju e aproveitou para falar sobre alguns problemas políticos que vem enfrentando.

 

Medalha

 

Quebrando o protocolo, Déda entregou a Lula a Medalha do Mérito Aperipê, a mais alta condecoração oferecida pelo Governo do Estado. O governador contou que Aperipê foi um cacique tubinambá que morreu lutando para não se entregar ao julgo português. “É o símbolo do Estado pequeno que não se rende”, disse.

 

Presidente carrega a Medalha do Mérito Aperipê
Ao encerrar sua fala, o presidente agradeceu a condecoração com uma frase de efeito: “É melhor morrer lutando do que se acovardar de joelhos”. Após isso, governador, prefeito e presidente descerram a placa e a estátua de Carvalho Déda, avô do governador. O viaduto estará aberto ao tráfego a partir das 5h desta sexta-feira, 29.

 

Além do presidente, estiveram presentes os ministros da Justiça, Tarso Genro; da Casa Civil, Dilma Rousseff; das Cidades, Márcio Fortes; das Relações Institucionais, José Múcio; da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima e do Desenvolvimento Agrário, Guilherme Cassel.

 

Por Gabriela Amorim
Fotos: Carla Sousa

Comentários