Presos que chefiaram rebelião em Areia Branca foram transferidos

0

Presídio de Areia Branca está sendo reformado
O diretor do Departamento do Sistema Penitenciário de Sergipe (Desipe), coronel Durvaltécio Bonfim, afirma que a tranqüilidade voltou ao Presídio de Areia Branca. Catorze presos foram identificados como chefes da rebelião, que aconteceu ontem pela manhã, e transferidos para o Presídio de São Cristóvão.

 

“Mais presos estão envolvidos e todos responderão procedimento administrativo disciplinar. Pior para eles, que saíram do regime semi-aberto e foram transferidos para o fechado”, comentou o coronel. Inclusive um dos chefes da rebelião seria solto ontem. “Só atrasou a vida dele”, acrescenta o diretor do Desipe.

 

Hoje, os presos saíram das celas às 7 horas e voltam às 17 horas, como acontece todos os dias. “A cozinha foi arrumada e os equipamentos destruídos não atrapalharam na confecção da alimentação de hoje”, garante o coronel. Foram destruídas mesas, panelas, liquidificador industrial e outros objetos.

 

REVOLTA – A rebelião aconteceu por conta de uma revista feita nas celas, na última segunda-feira. Os agentes penitenciários encontraram três aparelhos celular, maconha e armas brancas, como chuços (faca feita artesanalmente pelos presos). O preso que foi baleado está na Clínica dos Acidentados, em Aracaju, aguardando uma cirurgia na perna esquerda.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais