Previdência convoca beneficiários com final “seis” para censo

0

“Foi bem rápido”, diz Maria Vicente
Aqueles aposentados e pensionistas que possuem benefícios com final seis e que perderam o prazo do censo previdenciário estão sendo reconvocados. O Ministério da Previdência Social iniciou hoje, 22, o envio de cartas para aqueles que possuem um cadastro válido no banco de dados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e os demais, serão avisados por edital.

Os que foram convocados devem comparecer às agências bancárias em que recebem os proventos mensalmente munidos com Cadastro de Pessoa Física (CPF), documento de identificação que tenha foto e comprovante de residência ou declaração de onde mora.

“Eu já respondi ao censo quando chamada. Eles fizeram poucas perguntas. É bem rápido, pois eu trouxe a documentação correta”, diz a aposentada Maria Macelina Vicente.

Segundo o chefe da seção de manutenção de Direitos do INSS, Carlos Acácio Barbosa Dias,  aquele que não pode se recadastrar deverá nomear um procurador, mas caso tenha um registrado no INSS este poderá fazê-lo em seu lugar.

O objetivo do censo é suprir a deficiência do banco de dados da previdência e também detectar irregularidades de pagamento dos proventos. De acordo com Carlos Dias, o último censo aconteceu em 1988. Muitos dos beneficiários estão com seu cadastro incompleto ou irregular.

Quem for convocado deve ir à agência bancária, e não ao INSS
A 1ª etapa do censo foi iniciada em outubro de 2005 e até dezembro do mesmo ano cerca de 15 mil pessoas foram convocadas no país. “Foi dada a preferência aos beneficiários que tinham poucos dados. A segunda etapa iniciou em março de 2006 e a cada mês são convocadas as pessoas de uma finalização diferente”, comenta.

Sergipe

Em Sergipe serão reconvocados 3.196 beneficiários com o final seis. Sendo 1796 por carta e 1400 por edital. E o esperado é que o censo seja finalizado em janeiro de 2007, podendo estender o prazo até julho.

“No nosso Estado são 218.365 pensionistas e aposentados. Ainda não temos o número de quantos já fizeram o censo, mas sabemos que as pessoas estão atendendo o chamado, pois no último balanço Sergipe ficou em quarto lugar do país de maior número de cadastramento”, diz Carlos Dias.

Suspensão

Os beneficiários que deixarem de atualizar os dados cadastrais terão os proventos de dezembro bloqueados em janeiro. E para fazer o desbloqueio é necessário fazer o Censo Previdenciário na agência bancária em que o segurado recebe.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais