PRF divulga balanço da operação Carnaval 2014

0
Flagrantes de excesso de velocidade (Foto: PRF)

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balnaço da Operação Carnaval 2014. De acordo com os dados, foram registrados nas rodovias federais sergipanas, entre os dias 28 de fevereiro e 05 de março de 2014 (período da operação), 28 acidentes, com 25 feridos e 02 mortes. Proporcionalmente, em relação ao ano anterior, houve redução de 0,66% no número de acidentes e 38,5% no número de mortes. Apesar de todos os esforços, o número de feridos aumentou alarmantemente (130,62%).

Com quase uma semana de antecedência do feriado de carnaval, a PRF/SE reforçou o efetivo nas estradas com escalas extras, visando coibir infrações de trânsito e combater a criminalidade. Em alguns municípios, o popular “esquenta” gerou um aumento no fluxo de veículos nas BRs do estado. Desde então, foram cerca de 2.438 pessoas fiscalizadas, 30 retenções veiculares, 46 CNHs recolhidas e 963 notificações extraídas.

Lei Seca

Mesmo sabendo da proibição no consumo de bebidas alcoólicas ao dirigir, condutores arriscaram as suas vidas e a de usuários das rodovias federais em Sergipe. Desde 24 de fevereiro, início dos trabalhos com equipes extras, a PRF/SE realizou 1.157 testes de alcoolemia, resultando em 49 autuações e 18 detenções.

Imprudência

Apesar do trabalho ostensivo de fiscalização realizado pela PRF nas rodovias federais de Sergipe durante a Operação Carnaval 2014, muitos motoristas ainda insistiram em cometer atitudes imprudentes. Um exemplo disso são as imagens capturadas pelos radares, utilizados em dias e horários específicos com base nas estatísticas de acidentes. Na BR 101, sentido Aracaju, os policiais que atuaram na região do município de Estância (SE) perceberam, em dado instante, que a cada minuto pelo menos um veículo foi fotografado em situação de excesso de velocidade. As 952 imagens feitas no estado durante o feriadão, inclusive em período noturno, serão processadas e após emitidas as notificações aos proprietários dos veículos fotografados serão convertidas em infrações.

As colisões traseiras, laterais e transversais e as saídas de pista foram os tipos de acidente com maior incidência. A PRF/SE autuou 132 motoristas por ultrapassagens indevidas. Para a PRF, a ultrapassagem indevida é uma das infrações mais preocupantes, pois muitas vezes resulta em colisões frontais onde as chances de sobrevivência são mínimas.
Segundo o inspetor Queiroz Souza, do Núcleo de Comunicação da PRF em Sergipe, “quando comparada à Operação Carnaval 2013, a redução no número de acidentes e mortes é algo muito positivo, mas o exagerado aumento no número de feridos deve motivar uma reflexão profunda na conduta dos motoristas, passageiros e pedestres. Tivemos acidentes com muitos feridos, muitos excessos foram cometidos. A solução para um trânsito mais seguro não surgirá como mágica, nem será protagonizada unicamente pela ação do Estado. Ela dependerá da mudança de atitude de todos os envolvidos. Desrespeitar as normas de trânsito é desrespeitar a segurança e a vida da própria pessoa e de seus semelhantes.”

Combate à criminalidade

Além da atribuição de fiscalização de trânsito nas rodovias federais, a Polícia Rodoviária Federal também faz um trabalho ostensivo de combate à criminalidade. Merecem destaque algumas ações dessa natureza protagonizadas pelas equipes no período. A PRF/SE prendeu 27 pessoas, recuperou quatros veículos e retirou de circulação duas armas de fogo e 11 munições. Foram apreendidas pequenas quantidades de substâncias análogas à maconha e cocaína.

Com informações da PRF

Comentários