Procon fiscaliza bares da Passarela do Caranguejo

0
Procon municipal fiscaliza bares e restaurantes da Passarela do Caranguejo (Foto: Carlovancy Andrade)

O Procon Municipal vem empreendendo uma nova campanha de cunho educativo e fiscalizador, visando proteger o consumidor aracajuano de possíveis abusos. Desta vez, os fiscais do órgão, atuarão junto a bares e restaurantes da cidade.

A ação de caráter educativo teve como ponto de partida os bares existentes na Passarela do Caranguejo, por se tratar de um espaço de grande fluxo de pessoas, o que facilita a propagação das informações, em toda a cidade. O objetivo é levar esclarecimento e transparência às relações de consumo entre os dois pólos: fornecedores e consumidores, a fim de evitar e dirimir dúvidas na hora da adimplência do que foi consumido.

O Procon tem sugerido aos empresários do setor, a entrega de uma comanda para que o consumidor possa acompanhar tudo que for lançado na mesma, possibilitando dar segurança e tranparência, a fim de evitar divergências quanto ao que foi apresentado.

Sob o comandado do Coordenador de Fiscalização do Procon Municipal, Nubem Bomfim, todo o corpo técnico do órgão está procedendo as visitas. "Nosso papel é levar segurança e transparência, evitando que o consumidor seja prejudicado na hora de adimplir a conta. O consumidor tem todo o direito de acompanhar o que foi consumido, e é isto que estamos implementando", ressaltou Nubem.

Para isso, o Procon Municipal passa a solicitar dos empresários a entrega de uma comanda ao consumidor; desta forma, ele tem condição de controlar o que foi consumido e ao final, ter a possibilidade de conferir a conta apresentada, evitando abusos, e, sobretudo trazendo equidade à relação entre as partes, respeitando os princípios da transparência e boa fé que prevê o Código do Consumidor"

Desta forma, o consumidor se sente mais seguro e respeitado, sabendo que pagou realmente o que consumiu. As visitas educativas se prolongaram por todo o ano de 2014, até que essa cultura de "transparência" seja absorvida pelos empresários do setor.

Os restaurantes e bares já visitados, têm até 30 dias para se adequar e produzir às comandas que estarão nas mesas dos consumidores; com isso, o Procon Municipal, fará o Cadastro Positivo dos Estabelecimentos, expondo em diversos espaços midiáticos, quais estabelecimentos já se enquadram à nova política, ampliando a simpatia dos consumidores que, por certo, optaram em frequentar estabelecimentos cidadãos.

Fonte: AAN

Comentários