Procuradora divulga nota de esclarecimento sobre caso de desvio de carne

0

O caso de desvio de carne da merenda escolar da rede pública estadual, denunciado pelo Sintese e que está sendo investigado pela Procuradoria Regional da República, ainda repercute em virtude das férias do procurador que cuida do processo, Dr. Valdir Teles do Nascimento.

 

Por conta das diversas matérias publicadas na imprensa sobre a possível paralisação das investigações, a procuradora-chefe da PR/SE, Eunice Dantas Carvalho, divulgou nota esclarecendo que o “procedimento investigatório não ficará paralisado durante as férias do procurador”. “Uma vez que este poderá ser substituído por outros procuradores, se houver necessidade da prática de atos urgentes”, explica a procuradora.

 

Em sua nota, ela acrescenta que “os fatos narrados na representação feita pelo Sintese são recentes, não havendo urgência ou risco de prescrição, caso as irregularidades venham a ser comprovadas”. Eunice esclarece ainda que a Procuradoria da República em Sergipe, além de sua atuação processual junto à Justiça Federal e ao Tribunal Regional Eleitoral, tem sob sua responsabilidade mais de 1.000 (mil) procedimentos investigatórios que versam sobre irregularidades financeiras, ambientais, lesões a direitos dos cidadãos e outras matérias de igual relevância.

Por conta dessa grande demanda, “as prioridades são definidas, entre outros critérios, de acordo com a antigüidade dos processos, e não podem ser alteradas pela simples pressão de entidades da sociedade civil, por mais bem intencionadas e conceituadas que possam ser”, reforça a procuradora.

Comentários