Procuradores do município cruzam os braços

0

Procuradores acamparam na Praça General Valadão

Procuradores do Município de Aracaju paralisaram as atividades nesta segunda-feira, 6, em protesto ao tratamento salarial despendido à categoria pelo prefeito Edvaldo Nogueira.  Eles estão acampados em frente à Secretaria Municipal de Finanças, à Praça General Valadão e logo mais às 15h, se deslocam para a sede da Ordem dos Advogados do Brasil, secção Sergipe, para entregar cópia da pauta de reuvindicações ao presidente Henri Clay Andrade. 

Os procuradores estão reivindicando a abertura do canal de negociações com o secretário de Governo Bosco Rollemberg, para mostrar a insatisfação com o salário base de pouco mais de R$ 450.

De acordo com a presidente da Associação dos Procuradores Do Município de Aracaju (Apmaju), Conceição Vasconcelos, o secretário Bosco Rollemberg ligou para dizer que o prefeito chegou ao máximo e que o limite de reajuste é 1% mais uma gratificação de R$ 498.  “A categoria não aceitou e decidiu paralisar as atividades nesta segunda-feira para mostrar que isso não é negociação, um reajuste de cima para baixo. Não é justo que profissionais responsáveis pela defesa judicial e extrajudicial do município, ganhem pouco mais de R$ 400 de salário base. Os trabalhadores do comércio estão ganhando mais”, lamenta Conceição Vasconcelos.

Conceição Vasconcelos, presidente da Apmaju

Ao todo são 16 procuradores aposentados e 60 na ativa. Pela legislação, a categoria deve receber 60% do que ganha um desembargador, ou seja, cerca de R$ 9 mil. “Já que a prefeitura não quer negociação, estaremos na OAB, levando àquela entidade de classe, como o município vem tratando os advogados. O prefeito precisa se sensibilizar e entender que um procurador é parte essencial na administração pública”, destaca.

A categoria volta a se reunir em assembléia ainda esta semana, para definir se cruza os braços por tempo indeterminado. Com as gratificações, os salários dos procuradores do município de Aracaju chegam a R$ 3 mil.

Por Aldaci de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais